17/08/2018
Login
Entrar

Negócios

08/02/2018

Restaurante do Porto vai abrir mais duas unidades em Belo Horizonte

Investimento é superior a R$ 1 milhão
Mírian Pinheiro
Email
A-   A+
Apenas no final de semana da folia, a unidade do Lourdes deverá receber em torno de 1,5 mil clientes/Divulgação
Bacalhau de qualidade e tradição, em Belo Horizonte, é quase sinônimo do Restaurante do Porto. A casa, especializada na culinária portuguesa, que funciona há quase 49 anos na Capital, e hoje mantém unidades nos bairros de Lourdes (Centro-Sul), Cidade Nova (Noroeste) e Barro Preto, na região central, com a pizzaria Porto, prevê investimentos de mais de R$ 1 milhão neste ano para abertura de duas unidades. Os novos restaurantes do Porto (restaurante e pizzaria) serão instalados no bairro Belvedere ou Vila da Serra, em Nova Lima (região metropolitana) e na Pampulha, respectivamente.

De acordo com o sócio-proprietário, Leonardo Almeida Duarte, as novas operações, em fase de prospecção de espaço e viabilidade, estão previstas para ser inauguradas no segundo semestre. “É uma demanda antiga de nossos clientes que, agora, mais otimistas com a retomada da economia, resolvemos levantar os recursos”, revela Duarte.

Segundo o empresário, do montante estimado para a expansão, cerca de R$ 600 mil a R$ 800 mil serão destinados à montagem da filial do restaurante. “Já para a nova pizzaria serão gastos em média R$ 200 mil a R$ 300 mil”, estima. O sócio também projeta crescimento de 30% no volume de vendas neste ano.

O percentual audacioso está atrelado não só ao cardápio, com oito novos pratos, mas também à abertura das novas casas, ao público conquistado, a estratégias de marketing e à clientela fidelizada, responsável por 70% do movimento. Outras ações também vêm sendo elaboradas para ao incremento do negócio. Entre elas, Duarte destaca a popularização do bacalhau como iguaria pra ser consumida todo dia e a qualidade do armazenamento. “Além de trabalharmos para tirar um pouco da nobreza do bacalhau, estamos investindo em embalagens mais práticas e seguras para o serviço delivery, e em novos produtos de marca própria, como o bacalhau dessalgado congelado e o bolinho”, comenta.

São essas ações implementadas que ele diz lhe darem mais tranquilidade para apostar no crescimento projetado. “Em 2017, crescemos 18%. A expectativa era de 25%. Mas mesmo diante do cenário econômico daquele ano, quando muitos fecharam as portas, foi um desempenho considerável”, diz, confiante na recuperação do mercado daqui em diante. O tíquete médio nos dois restaurantes ao longo do ano varia entre R$ 90 e R$ 100 e na pizzaria é de R$ 40.

Período aquecido - Para o Carnaval, Duarte espera um movimento maior nas duas casas. “Estamos considerando um aumento de 30% no volume de clientes”, afirma. Ele diz que apenas no final de semana da folia, a unidade do Lourdes deverá receber em torno de 1,5 mil clientes. No restaurante da Cidade Nova a expectativa é de mil pessoas. Já pela pizzaria, que tem selo Porto, por estar localizada próximo à concentração de blocos carnavalescos, ele acredita que devam passar por lá outras 800. “Terça e quarta-feira de Cinzas os restaurantes lotam”, pontua. Aliás, segundo ele, é na Quaresma que o consumo de peixes aumenta e, consequentemente, potencializa o movimento nos restaurantes.
Duarte diz que, no ano passado, durante o período, foram consumidas 4,5 toneladas de bacalhau nas duas unidades. Esse ano, a perspectiva é de alcançar o consumo de 5,5 toneladas do produto.

O restaurante do Porto é considerado pelos fornecedores o maior vendedor de bacalhau de Minas Gerais e um dos maiores do Brasil. São consumidas duas toneladas e meia de bacalhau da Noruega por mês nas duas unidades. Todas as receitas são exclusivas e foram criadas pelos fundadores do restaurante. “O diferencial não está somente nos temperos, mas, também, na qualidade dos ingredientes, desde o azeite aos condimentos”, comenta Duarte.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/08/2018
Alto número de animais aquece o setor em Minas
Estado concentra 10 mil empresas
17/08/2018
Lojas inovam na prestação de serviços
Há uma série de estratégias para se driblar a concorrência e sair na frente, segundo a analista do Sebrae, Simone Lopes. Não se trata de uma...
15/08/2018
Camicado investe R$ 3 milhões em BH
Rede abriu sua oitava loja própria em Minas Gerais no Shopping Del Rey, na região Noroeste da Capital
15/08/2018
Casa do Construtor estima um faturamento 15% maior neste ano
Especializada na locação de máquinas e equipamentos de pequeno porte para a construção civil, a paulista Casa do Construtor confia na retomada da economia e,...
15/08/2018
Rede Pay investe R$ 100 mi em franquia de meios de pagamento
Rede pretende ter 50 unidades em MG
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.