16/08/2018
Login
Entrar

Negócios

16/05/2018

Sebrae lança campanha pelo uso racional da água

Daniela Maciel
Email
A-   A+
A escassez de água afeta 40% da população mundial, mais de 2 bilhões de pessoas bebem água insegura para consumo e 4,5 bilhões não têm acesso a serviços sanitários, de acordo com o documento “Faça cada gota contar: uma agenda de ação pela água”, divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU). 700 milhões de pessoas em todo o mundo correm risco de serem deslocadas devido à falta de água até 2030.

Diante de dados tão alarmantes, governos, empresas e entidades precisam protagonizar um movimento pelo uso racional e preservação dos recursos hídricos em todo o mundo. Não é à toa que entre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), promovidos pela ONU, dois se refiram diretamente à água. O número seis: “Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos” e o número 14: “Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável”. Os demais também se referem à água, ainda que indiretamente, já que tratam de sustentabilidade, porém, alguns com mais força, como o 13: “Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos” e o Objetivo 15: “Proteger, recuperar, e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade”.

O Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Nacional), também preocupado com a questão da água, lançou, por meio do Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS), em Cuiabá (MT), o #eumeimporto. O objetivo é mobilizar a sociedade em torno do tema, mostrando o que cada um pode fazer para adotar práticas mais sustentáveis de consumo.

De acordo com a analista da Unidade de Inovação e Sustentabilidade do Sebrae Minas, Júlia Padovezi, o #eumeimporto surgiu no Fórum Mundial da Água, realizado em Brasília, em março de 2018. “A campanha surgiu para mostrar que é imprescindível nos importarmos. No Brasil temos a cultura da abundância, aprendemos que somos ricos em recursos naturais e que, por isso, não precisamos nos preocupar. Só agora estamos percebendo que a escassez e a falta de qualidade está muito próximo de nós. Não é um problema da região Nordeste ou, bem mais próximo, no Norte de Minas, está aqui, em Belo Horizonte, está nas grandes capitais, que cada vez mais sofrem com o racionamento, entre outros problemas”, exemplifica Júlia Padovezi.

Como parte da campanha, o CSS criou um ambiente

(www.sustentabilidade.sebrae.com.br) com conteúdos exclusivos para jornalistas. O endereço reúne pautas sobre pequenos negócios que deram um basta ao desperdício e à ineficiência no uso da água. São histórias inspiradoras pelo País afora, que podem servir de exemplo para milhares de empreendedores.

“Escolhemos como primeira forma de divulgação as redes sociais. Elas têm uma grande abrangência e levam os interessados a buscar mais informação. A água não é só questão ambiental, é econômica também. Quando a gente começa a falar que o empresário pode quebrar por causa da água, isso dói no coração. Os pequenos empresários têm dificuldade para atender isso. Quando percebem que a sustentabilidade pode diminuir custos, poupar dinheiro, começam a entender. Sempre trabalhamos com a parte econômica, mas essa é uma campanha mais abrangente. Queremos gerar sensibilização e engajamento, mostrando que o uso irracional da água prejudica o econômico, o ambiental e o social”, explica a analista da Unidade de Inovação e Sustentabilidade do Sebrae Minas.

Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos.

CONHEÇA O OBJETIVO 6

6.1 - Até 2030, alcançar o acesso universal e equitativo a água potável e segura para todos.
6.2 - Até 2030, alcançar o acesso a saneamento e higiene adequados e equitativos para todos, e acabar com a defecação a céu aberto, com especial atenção para as necessidades das mulheres e meninas e daqueles em situação de vulnerabilidade.
6.3 - Até 2030, melhorar a qualidade da água, reduzindo a poluição, eliminando despejo e minimizando a liberação de produtos químicos e materiais perigosos, reduzindo à metade a proporção de águas residuais não tratadas e aumentando substancialmente a reciclagem e reutilização segura globalmente.
6.4 - Até 2030, aumentar substancialmente a eficiência do uso da água em todos os setores e assegurar retiradas sustentáveis e o abastecimento de água doce para enfrentar a escassez de água, e reduzir substancialmente o número de pessoas que sofrem com a escassez de água.
6.5 - Até 2030, implementar a gestão integrada dos recursos hídricos em todos os níveis, inclusive via cooperação transfronteiriça, conforme apropriado.
6.6 - Até 2020, proteger e restaurar ecossistemas relacionados com a água, incluindo montanhas, florestas, zonas úmidas, rios, aquíferos e lagos.
6.a - Até 2030, ampliar a cooperação internacional e o apoio à capacitação para os países em desenvolvimento em atividades e programas relacionados à água e saneamento, incluindo a coleta de água, a dessalinização, a eficiência no uso da água, o tratamento de efluentes, a reciclagem e as tecnologias de reúso.
6.b - Apoiar e fortalecer a participação das comunidades locais, para melhorar a gestão da água e do saneamento.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/08/2018
Camicado investe R$ 3 milhões em BH
Rede abriu sua oitava loja própria em Minas Gerais no Shopping Del Rey, na região Noroeste da Capital
15/08/2018
Casa do Construtor estima um faturamento 15% maior neste ano
Especializada na locação de máquinas e equipamentos de pequeno porte para a construção civil, a paulista Casa do Construtor confia na retomada da economia e,...
15/08/2018
Rede Pay investe R$ 100 mi em franquia de meios de pagamento
Rede pretende ter 50 unidades em MG
15/08/2018
Como evitar a polarização de ideias no ambiente corporativo
O termo polarização já está no mainstream, ou seja, no cotidiano dos brasileiros. É mais comum ainda ouvir essa palavra em referência à atual corrida...
15/08/2018
Via\W passa a atender pequenas empresas
Consultoria busca parceiros comerciais em Minas Gerais
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.