16/08/2018
Login
Entrar

Finanças

04/08/2018

Sicoob Credicom registra sobras de R$ 32,8 milhões no 1º semestre

Da Redação
Email
A-   A+
O Sicoob Credicom, maior cooperativa financeira de Minas Gerais e a maior da área da Saúde do Brasil, registrou resultado (sobras) de R$ 32,8 milhões no primeiro semestre deste ano. Nos seis primeiros meses de 2017, as sobras haviam sido de R$ 31,7 milhões, o que configura um crescimento de 3,47%.

A Carteira de Crédito do Sicoob Credicom teve uma evolução de 32,5% na comparação com o primeiro semestre de 2017 e chegou a R$ 859 milhões.  Já o patrimônio líquido atingiu R$ 344 milhões, avanço de 23,9%.

Em ativos, a Credicom subiu e alcançou a marca de R$ 2,3 bilhões, crescimento 15,8% superior ao registrado no mesmo período de 2017 e 6,4% se comparado a dezembro do ano passado.

Segundo o presidente da Credicom, Garibalde Mortoza, os bons resultados refletem a mudança de percepção da sociedade. “As pessoas estão entendendo que o cooperativismo é a melhor opção para atendimento das necessidades financeiras, por oferecer uma relação mais justa, na qual todos ganham”, afirma.

Além das taxas praticadas, que são inferiores às cobradas pelo sistema financeiro tradicional, outro ponto que colabora para o sucesso é o relacionamento com os cooperados. Na contramão dos bancos, que estão fechando agências e se limitando ao relacionamento virtual com seus clientes, a cooperativa está inaugurando novas unidades e personalizando o atendimento.

“As facilidades digitais também estão presentes na Credicom, no entanto, a instituição não abre mão de se relacionar com os cooperados pessoalmente, que recebem consultoria, atendimento diferenciado e exclusivo”, avalia Mortoza.

Ranking - Em 2018, a Credicom avançou um posto no ranking das maiores cooperativas financeiras do Brasil e ocupa agora o 7º lugar entre as 100 primeiras instituições. O levantamento é realizado anualmente pelo Portal do Cooperativismo Financeiro, com base nos dados do ano anterior. No ranking 2017, a Credicom saiu da 9ª para a 8º posição.

“Agora, chegamos a 7ª e nossa meta é estar entre as cinco maiores cooperativas financeiras do Brasil de forma sustentável, sendo a principal opção financeira do cooperado”, finaliza Garibalde Mortoza.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

15/08/2018
Ibovespa tem novo avanço após trégua
Índice acionário foi favorecido pela menor aversão ao risco no cenário internacional
15/08/2018
Fundo vai dividir R$ 6,2 bilhões de lucro com trabalhadores
Brasília - Trabalhadores com conta no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) receberão rendimento extra de 1,72% pelo lucro que o próprio fundo obteve com...
15/08/2018
Guardia aponta Brasil mais resistente do que Turquia
São Paulo - O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, disse que o Brasil é mais resistente à volatilidade do dólar do que a Turquia, que vem enfrentando...
14/08/2018
Dólar avança e se reaproxima dos R$ 3,90
Influenciada pelo cenário externo, moeda norte-americana atingiu o maior nível em mais de um mês
14/08/2018
Mercado eleva projeção da inflação para 2018 e vê atividade econômica crescer menos
São Paulo/Brasília - O mercado passou a ver mais inflação neste ano, mas manteve a visão de que o Banco Central (BC) não vai mexer na Selic tão...
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


15 de agosto de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.