Publicidade
18/02/2018
Login
Entrar

Negócios

07/02/2018

Somar forças para multiplicar valor: conheça o projeto que nasceu do encontro de três empreendedores da rede Endeavor

Quando Paulo Deitos, do Urbe.me, assistiu à apresentação do Day1 de Caio Bonatto, decidiu realizar algo com a TecVerde
*
Email
A-   A+
A sinergia é uma das forças mais poderosas que existem. No campo do empreendedorismo, é graças a ela que pessoas e empresas se aproximam para aproveitar oportunidades às quais, sozinhas, dificilmente conseguiriam responder. A própria rede da Endeavor sempre foi catalisada pela sinergia — pela afinidade entre empreendedores, mentores e embaixadores, que compartilham de crenças e valores e defendem a mesma causa.

Recentemente, tivemos um inspirador exemplo de como essa sinergia dentro da rede pode ser produtiva. Após se conhecerem durante alguns eventos organizados pela Endeavor, três empreendedores — Paulo Deitos, Beto Justus e Max Oliveira — reuniram-se para montar um projeto que gera mais valor a todos os envolvidos: suas empresas — o Urbe.me, a TecVerde e a MaxMilhas –, seus clientes e a sociedade em geral.

A iniciativa partiu de Paulo, que participou neste ano do Scale-Up Endeavor, um programa de apoio a empreendedores com potencial de alto impacto. Ele é responsável pelo Urbe.me, plataforma de crowdfunding imobiliário “que permite a qualquer pessoa investir no mercado a partir de R$ 1.000”. Fundado no Rio Grande do Sul, o negócio nasceu da ideia de oferecer acesso às melhores margens do mercado imobiliário, sem os riscos envolvidos em uma sociedade. “É muito melhor do que comprar na planta e revender, já que não tem cartório nem imposto de transmissão envolvido”, conta ele.

O Day1 de um projeto

E a aproximação com a TecVerde — empresa de engenharia que tem como missão tornar o setor da construção civil mais industrializado e sustentável –, e a MaxMilhas — portal para compra e venda de milhas aéreas –, aconteceu durante o Day1 deste ano. Após assistir à apresentação do Empreendedor Endeavor Caio Bonatto, sócio do Beto na TecVerde, Paulo saiu com a forte sensação de que faria sentido realizar algo junto com eles. Até chegou a comentar com o time da Endeavor do Rio Grande do Sul, que viabilizou o contato.

Mas, no começo, ficou tudo na troca de ideias. As coisas só andaram mesmo no Scale-Up Summit, quando Paulo encontrou Beto e disse que daria “para colocar um projeto no ar em pouco tempo”. No evento, ele encontrou também o pessoal da MaxMilhas, e a sensação de que algo poderia ser feito entre os três ficou ainda mais forte — embora, naquele momento, Paulo não soubesse exatamente o quê.

Depois de algumas conversas, a ideia se concretizou: os três montariam um projeto de crowdfunding imobiliário no qual seria possível investir em um projeto da TecVerde, por meio da plataforma do Urbe.me. E as pessoas poderiam entrar no negócio com milhas — que a MaxMilhas converteria em reais –, bitcoins ou, claro, quantias em dinheiro.

E como esse processo acontece? O interessado entra no site do Urbe.me e escolhe o projeto da TecVerde, clica em investir e segue os 4 passos do processo de investimento. No final, recebe as opções de como efetivar esse investimento, via reais, milhas ou bitcoins. Se for por milhas (que a maioria tem no cartão de crédito e não sabe o que fazer antes de expirar), é preciso fazer um cadastro no site da MaxMilhas para efetivar a venda das milhas e depositar o valor diretamente no Urbe.me. Ao efetivar o investimento, o usuário recebe um título de dívida atrelado ao empreendimento, e a rentabilidade é baseada no preço de venda das unidades.

“Uma está gerando negócios para a outra”

Paulo tem plena consciência da importância da sinergia durante o processo. “Estamos transformando R$ 1 em R$ 3”, diz. Ou seja, uma parceria bem-sucedida, que tem gerado valor para as três empresas envolvidas.

No caso de Paulo, este já é o sétimo projeto de crowdfunding imobiliário realizado pelo Urbe.me. Isto por conta do modelo disruptivo por meio do qual a empresa opera: “Quando percebemos, estávamos influenciando o mercado de capitais no país. Então, tivemos que negociar com a Comissão de Valores Mobiliários para simplificar os processos, e daí surgiu uma regra que permitiu colocar o crowdfunding no ar mais rapidamente”, conta.

“Uma baita oportunidade”

Beto Justus, da TecVerde, concorda plenamente : a geração de valor é para todos. Tanto no que se refere ao acesso a recursos para escalar o negócio quanto em relação ao propósito — que, para ele, é o grande diferencial. “O aspecto bacana dessa parceria é que ela junta empreendedores que compartilham do mesmo propósito, da mesma causa. E, com isso, foi criado um negócio que permite que esse propósito seja compartilhado com o público em geral”.

Por isso, a ideia de Paulo veio na hora certa: “O projeto dá uma rentabilidade boa para o cliente do Urbe.me, que é a pessoa física; e, ao mesmo tempo, traz um recurso competitivo em relação aos outros modelos de financiamento com que trabalhamos, e tudo isso de forma ágil”, completa Beto.

Os empreendedores são unânimes em relação ao papel “conector” da rede de contatos. “Foi graças à sinergia entre os empreendedores que conseguimos enxergar essa oportunidade.”

Texto originalmente publicado no site da Endeavor Brasil.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/02/2018
Oi terá geração própria de energia solar
Operadora de telefonia já economizou R$ 128 milhões em dois anos após aderir à energia limpa
17/02/2018
Colégio Pitágoras Cidade Jardim vai oferecer ensino bilíngue para crianças
O início do ano letivo trouxe uma novidade para os alunos do turno integral do Maternal III ao 1º ano do Ensino Fundamental do colégio Pitágoras no bairro Cidade Jardim,...
17/02/2018
Operadora apura crescimento de 16,4%
Ocupando o terceiro lugar em market share no serviço de TV por assinatura em Minas Gerais, a Oi avança no Estado, conquistando mais clientes nessa modalidade. Segundo o diretor de...
16/02/2018
Folia supera expectativas em Belo Horizonte
Hotéis comemoram ocupação média de 52,76% nos quatro dias de festa; na Zona Sul, índice chegou a 100%
16/02/2018
Melhor Câmbio amplia base de serviços
Startup mineira agora oferece comparativo de preços de criptomoedas, inicialmente Bitcoin e Litecoin
› últimas notícias
Sondagem revela retomada do otimismo
Valor liberado para médios e grandes produtores na safra 2017/18 é de R$ 85 bilhões
Justiça decide que elétricas não poderão ter cobrança retroativa de débitos de R$ 6 bilhões
Sebrae pretende atender 69,6 mil MPEs
Nível de atividade do varejo no Brasil aumenta 1,3% em janeiro, aponta a Cielo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Começam as obras do Aeródromo Inhotim
Folia supera expectativas em Belo Horizonte
Mobiliata une empreendedorismo e impacto social
Carnaval aqueceu setor de brindes na Capital
Fiat Argo Drive tem bom desempenho
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.