Publicidade
27 de May de 2017
Login
Entrar

Prêmio José Costa

01/12/2015

Super Nosso aposta na força sênior

Projeto visa incorporar à empresa colaboradores com faixa etária acima de 55 anos
Mara Bianchetti
Email
A-   A+
No Super Nosso, funcionários "seniores" são motivados e comprometidos e realizam as suas tarefas com empenho/Alisson J. Silva
Com o contínuo envelhecimento da população brasileira, cada vez mais as empresas precisam estar atentas às modificações necessárias para absorção de profissionais adequados no mercado de trabalho. Da mesma maneira, qualificação e experiência profissionais deixaram de ser exclusividades entre os requisitos na hora da contratação e já se somam à experiência de vida, elevando a importância de cargos seniores dentro das organizações. Neste cenário, empresas que valorizam tais funções saem na frente e já colhem os resultados, como é o caso da rede supermercadista mineira Super Nosso.

O Projeto Sênior é uma iniciativa estratégica do Grupo Super Nosso para implementar o conceito de responsabilidade social na prática. Em uma parceria com a Rede Cidadã, além do processo de recrutamento e seleção diretos, o projeto visa incorporar à empresa colaboradores com faixa etária acima de 55 anos. O objetivo, segundo o grupo, é favorecer a longevidade bem-sucedida dessas pessoas, oferecendo a oportunidade de retornarem ao mercado de trabalho, além de, através do mapeamento de perfil comportamental, suprir a necessidade de mão de obra qualificada.

Após um ano e meio da criação do projeto, de acordo com a gerente de Recursos Humanos do grupo, Flávia de Oliveira, a empresa já colhe benefícios diante da atuação dos profissionais seniores. Segundo ela, esses funcionários são mais motivados, comprometidos, gratos e realizam todas as tarefas com empenho.

“Essas pessoas trazem para a empresa uma experiência e um comprometimento maior para com o trabalho, características muito valorizadas pelo grupo, que implementou o projeto justamente em busca da melhoria na qualidade do atendimento das unidades do supermercado”, explica.

A gerente ressalta que atualmente, a rede conta com 414 colaboradores seniores ativos e que a criação do projeto permitiu, inclusive, diminuir o índice de turnover da empresa. Qualidade no atendimento, fortalecimento da imagem da empresa, contribuição para aumento da expectativa de vida e aspectos sociais são alguns dos principais fatores que estão relacionados ao projeto sênior do grupo.

E, não por acaso, o Super Nosso foi agraciado com o “Troféu José Costa” na categoria Mão de Obra Sênior na quinta edição do Prêmio José Costa, realizado pelo DIÁRIO DO COMÉRCIO em parceria com a Fundação Dom Cabral (FDC).
 
Realidade - Para o diretor executivo e idealizador da Rede Cidadã, Fernando Almeida Alves, o Brasil precisa se preparar para a cultura intergeracional que, inclusive, já é uma realidade em países de primeiro mundo. Segundo ele, a pirâmide etária do País já vem mostrando uma inversão nos últimos anos e as organizações precisam se preparar rapidamente para a permanência das pessoas por um tempo de vida maior em suas empresas.

“Iniciativas como o Prêmio José Costa vêm para ajudar nesse processo. É uma forma de chamar atenção para o assunto, mostrando que a inclusão de profissionais seniores é necessária e importante. Serve também como uma orientação, já que outras empresas poderão se espelhar nas práticas bem aplicadas como o projeto do Super Nosso”, diz.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/12/2015
Minas terá 1º parque tecnológico de produção audiovisual
Projeto terá investimento de R$ 5,7 milhões
19/12/2015
Criatividade impulsiona negócios
Uma das novas categorias da 5ª edição do Prêmio José Costa, “economia criativa” é um termo utilizado para definir todas as atividades que...
10/12/2015
Fiat investe no reaproveitamento de água
Mediante aportes de R$ 4 milhões, montadora inicia a modernização da estação de tratamento
04/12/2015
Faturamento da Pif Paf deve crescer 6%
Empresa investe R$ 54 milhões até 2016, a maior parte destinada ao aumento da capacidade de produção
27/11/2015
Aportes da Energisa em Minas Gerais devem somar R$ 57 milhões
Grupo busca a modernização e a ampliação do seu sistema elétrico
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.