Publicidade
21/11/2017
Login
Entrar

Economia

24/08/2017

Super Nosso investe R$ 48 milhões em logística

Centro de Distribuição, localizado em Contagem, na RMBH, vai dobrar a capacidade de armazenagem
Mara Bianchetti
Email
A-   A+
Os investimentos permitirão uma operação de até 150 lojas do varejo e duplicarão o atendimento de clientes pelas distribuidoras do grupo/Charles Silva Duarte
O novo Centro de Distribuição (CD) do Grupo Super Nosso, detentor das redes Super Nosso e Apoio Mineiro, já nasce com capacidade de expansão. Com investimentos de R$ 48 milhões, o empreendimento, localizado em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), vai dobrar a capacidade de armazenagem e logística da empresa, chegando a 37,8 mil posições pallet. A expectativa é que em sete anos um novo aporte seja realizado fazendo com que a capacidade salte para 62 mil posições.

As informações são do diretor do grupo, Edmilson Anacleto Pereira. Segundo ele, as operações logísticas do grupo agora serão concentradas em um único espaço, de propriedade da rede. Antes, o CD era alocado em dois galpões alugados. “Este investimento representa, basicamente, a otimização dos nossos serviços de logística, uma vez que antes operávamos em dois centros e agora estamos concentrando as operações mineiras em um único local”, afirmou.

Pereira disse “mineiras”, porque a companhia detém outro CD localizado na Bahia, que é destinado à distribuição de produtos a terceiros. “Lá somos distribuidores categorizados e especializados em perfumaria e higiene pessoal”, explicou.

O empreendimento de Minas Gerais vai contar com 25 mil metros quadrados de área construída e 15 metros de pé direito útil. O anterior era composto por 18 mil metros quadrados e 12 de pé direito. Assim, a capacidade de recebimento será de 120 carretas e uma expedição de 220 cargas por dia. Já no que se refere a itens fracionados, os números chegarão a 10 mil volumes diários.

Conforme o diretor, os investimentos permitirão uma operação de até 150 lojas do varejo e duplicarão o atendimento de clientes pelas distribuidoras do grupo. Vão ancorar ainda a expansão das redes supermercadistas. Somente para 2017 está prevista a abertura de seis lojas das bandeiras Super Nosso, Momento Super Nosso e Apoio Mineiro.

Hoje, são 37 unidades em Belo Horizonte e RMBH. Já para o ano que vem são aguardadas pelo menos mais cinco. A expectativa é encerrar o exercício com um faturamento de R$ 2,2 bilhões.

“Este CD atende não somente as redes do grupo, mas também a logística de distribuição de itens de perfumaria e higiene pessoal para terceiros. Daí a importância de abrigarmos uma sede própria e com tamanha capacidade de armazenagem”, ressaltou.

No local, vão trabalhar 490 colaboradores diretos, além de outros 200 funcionários indiretos. Isso representa um aumento de 25% do contingente anterior.

Com o novo local de armazenagem, o Super Nosso também vai ganhar em competitividade, pois o projeto proporciona a organização dos estoques de forma mais ágil, com a recepção, o armazenamento e a separação dos produtos. “Investimos na automação dos processos, que vão dar maior agilidade ao grupo”, citou. Além disso, com a nova estrutura será possível unificar os escritórios de todos os diretores e departamentos em um só local.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/11/2017
Petrobras anuncia novo corte em gasolina; preço cai 2,6% a partir de quarta-feira
SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO - A Petrobras reduzirá os preços da gasolina em 2,6 por cento nas refinarias a partir de quarta-feira, no terceiro corte consecutivo para o...
21/11/2017
Vendas por consórcio batem recorde em setembro e somam mais de R$ 73 bi no ano
As vendas de bens e serviços por meio de consórcios foram recorde em setembro, com o escoamento de 230 mil cotas. O resultado ficou 9% acima do registrado no mesmo mês do ano...
21/11/2017
Minas tem saldo positivo de 4,5 mil vagas
Em outubro o Estado apurou 132,9 mil admissões, principalmente nos setores de comércio e serviços
21/11/2017
Relator do Orçamento aumenta projeção para o PIB
Perspectiva no relatório apresentado ontem é de crescimento de 2,5%
21/11/2017
Meirelles não confirma troca no comando do BNDES
Salvador - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse não saber se haverá troca no comando do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O atual...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.