19/07/2018
Login
Entrar




Economia

16/05/2018

Taxa de ocupação se mantém em 19,6%

No 1º trimestre, mercado desses empreendimentos só baixou 2 pontos percentuais em relação ao fim de 2017
Leonardo Francia
Email
A-   A+
Município de Extrema, no Sul de Minas, é destaque no Estado na atração de condomínios logísticos, abrigando 63,7% dos mil metros quadrados desses empr/Divulgação
O mercado de condomínios logísticos de Minas Gerais continua aquecido. A taxa de ocupação desse tipo de empreendimento no Estado fechou o primeiro trimestre em 19,6%, 2 pontos percentuais menor que os 21,6% registrados nos últimos três meses de 2017. Além disso, no período, foram lançados 31,4 mil metros quadrados de novos galpões, sendo que 70% da área já estavam pré-locados.

As informações foram divulgadas pelo Sistema de Informação Imobiliária Latino Americano (SiiLA), empresa de inteligência imobiliária. “Cerca de 70% do lançamento de 31,4 mil metros quadrados em estoque já estavam pré-locados, o que mostra que a absorção do mercado está positiva”, afirmou o chief executive officer (CEO) da SiiLA, Giancarlo Nicastro.

De acordo com ele, a taxa de vacância caiu porque não houve entregas de novos empreendimentos em 2017 e os espaços que entraram no mercado neste ano já estavam com cerca de 70% da área pré-locada. Para 2018, a previsão é de que, no total, devem chegar ao mercado 105 mil metros quadrados de área em novos condomínios logísticos, sendo que 31,4 mil metros quadrados já foram entregues. Dos 73,6 mil metros quadrados ainda a serem lançados, 10% estão pré-alugados.

De acordo com Nicastro, a entrada dos novos condomínios traz uma tendência de aumento da taxa de vacância do Estado, hoje em 19,6%, para algo na casa dos 21%, ainda muito melhor do que os cerca de 30% de vacância do segmento em São Paulo, que tem praticamente 10 vezes mais de área em estoque no setor.

Preços - Nicastro explicou que, além da localização excelente do ponto de vista geográfico, os preços de aluguel desses condomínios em Minas são compatíveis com os de outras praças, o que torna o Estado atrativo para empresas que usam ou investem no setor.

Hoje, segundo o estudo, Minas oferece 903,7 mil metros quadrados em condomínios logísticos, espalhados especialmente nas regiões dos municípios de Extrema, Varginha e Pouso Alegre, no Sul de Minas, Juiz de Fora (Zona da Mata), Região Metropolitana de Belo Horizonte RMBH) e Triângulo Mineiro.

Nesse contexto, Extrema aparece como destaque. Em função de benefícios tributários, a cidade desponta na atração de empreendimentos logísticos. Dos 31,4 mil metros quadrados lançados no mercado mineiro no primeiro trimestre, 20 mil metros quadrados ou 63,7% foram no município. O restante foi disponibilizado na RMBH.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/07/2018
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Fiemg alega que governo estadual retém cerca de R$ 100 mi desde 2015
19/07/2018
Antecipação do abono anima CDL-BH
INSS paga metade do valor a aposentados e pensionistas em agosto e PBH libera ao funcionalismo amanhã
19/07/2018
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
Também poderão se habilitar ao programa fornecedores de montadoras
19/07/2018
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Relatório reúne 5 mil documentos de 40 empresas, referentes ao período de 2013 a 2016
19/07/2018
Leilão da Eletrobras deve ter duas etapas
A primeira, segundo o BNDES, deve ser agora em julho, enquanto a segunda está prevista para o fim de agosto
› últimas notícias
Indústria pode recorrer à Justiça por repasse de verbas
Antecipação do abono anima CDL-BH
Em Minas, setor automotivo espera impulso com o Rota 2030
PBH cumpre 1ª etapa de auditoria
Demanda por cães de guarda cresce em BH
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.