Publicidade
20/04/2018
Login
Entrar

Política

18/05/2017

Temer teria dado aval para calar Cunha

Presidente autorizou o frigorífico JBS a comprar silêncio do ex-deputado, afirma site do "O Globo"
Reuters
Email
A-   A+
São Paulo - Joesley Batista, um dos controladores do frigorífico JBS, gravou o presidente Michel Temer dando aval à compra do silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha, disse ontem o jornal “O Globo” em seu site.

De acordo com o jornal, a gravação feita por Joesley é parte de declaração que os controladores da JBS deram à Procuradoria-Geral da República (PGR) em abril.

Até o fechamento desta edição, a assessoria de imprensa da Presidência não estava disponível para comentar a matéria, assim como assessores  do presidente, que estavam reunidos com ele. A JBS também não comentou  a matéria de “O Globo”.

De acordo com o jornal, na conversa gravada por Joesley com Temer, o dono da JBS conta a Temer que pagava a Cunha e ao doleiro Lúcio Funaro, um dos operadores presos na Lava Jato, para que ficassem calados. Os dois estão presos. De acordo com o jornal, ao receber a informação de Joesley, Temer respondeu: “Tem que manter isso, viu?”.

No Congresso, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) anunciou que a bancada do partido vai se reunir para discutir os termos de um pedido de impeachment contra Temer. E o deputado Alexandre Molon (Rede-RJ) informou que já protocolou um pedido de impeachment.

Aécio Neves - “O Globo” também afirmou que o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley “numa cena devidamente filmada pela Polícia Federal”.

A PF teria rastreado o caminho desse dinheiro e teria descoberto que ele foi depositado na conta de  uma empresa do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), aliado de Aécio.

Joesley também afirmou, de acordo com “O Globo”, que o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega era seu contato no PT e era com ele que tratava das propinas a serem distribuídas a petistas e aliados. Mantega também operaria os interesses da JBS junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/04/2018
Cumprimento da pena de Maluf em regime domiciliar
Deputado afastado não pode apresentar recurso
20/04/2018
Mello envia ADC do PCdoB ao plenário
Inclusão da ação na pauta de julgamentos do Supremo depende agora da presidente Cármen Lúcia
20/04/2018
Investigações sobre Aécio são prorrogadas
Brasília - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu prorrogar por 60 dias as investigações sobre o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no...
20/04/2018
Toffoli nega pedido para evitar prisão de Dirceu
Brasília - O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou ontem um pedido liminar do ex-ministro José Dirceu, que tenta evitar a prisão após...
19/04/2018
Último recurso da defesa de Lula no TRF-4 é rejeitado
Mérito do questionamaento não chegou a ser analisado pela turma
› últimas notícias
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de abril de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.