22/07/2018
Login
Entrar




Internacional

11/07/2018

Tesla vai construir fábrica na China, a 1ª fora dos EUA

Empresa planeja atingir produção de 500 mil veículos por ano na unidade
Reuters
Email
A-   A+
Xangai - O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, fez ontem um acordo com as autoridades chinesas para construir uma nova fábrica de automóveis em Xangai, a primeira fora dos Estados Unidos (EUA), que dobraria o tamanho da produção global da montadora de carros elétricos.

O acordo foi anunciado ao mesmo tempo em que a Tesla elevou os preços dos veículos fabricados nos EUA que vende na China para compensar o custo das novas tarifas impostas pelo governo chinês em retaliação às mais pesadas tarifas do presidente norte-americano, Donald Trump, sobre os produtos chineses.

Musk estava em Xangai ontem e o governo local disse que acolheu a decisão da montadora Tesla de investir não apenas em uma nova fábrica na cidade, mas também em pesquisa e desenvolvimento. A China pressionou muito para atrair mais talentos e capital investidos pelas montadoras globais em tecnologia avançada de veículos elétricos.

Objetivo - A Tesla planeja produzir os primeiros carros cerca de dois anos após o início da construção de sua fábrica em Xangai, chegando a 500 mil veículos por ano, cerca de dois a três anos depois, informou a companhia.

Isso tornaria a fábrica da Tesla em Xangai grande para os padrões da indústria automobilística, onde a maioria das fábricas é usada para construir de 200 mil a 300 mil veículos por ano, e aproximadamente equivalente à produção anual planejada para a fábrica da Tesla em Fremont, Califórnia.

Na tarde de ontem, as ações da montadora subiam cerca de 0,7% na Nasdaq, mesmo com alguns analistas questionando sobre como a empresa deficitária obterá o capital necessário para construir e contratar funcionários para uma fábrica tão grande, como a prevista.

O governo de Xangai sugeriu que poderia ajudar com alguns dos custos de capital. “O governo municipal de Xangai vai apoiar totalmente a construção da fábrica da Tesla”, disse em comunicado.

A montadora afirmou que o anúncio de ontem não afetará as operações de produção dos Estados Unidos, que continuam a crescer.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
Trump se diz pronto para tarifar China em mais US$ 500 bilhões
Americanos pressionam chineses por redução de desequilíbrio comercial
21/07/2018
Mercosul avalia acordos com Aliança e Tunísia
São Paulo/Brasília - O Brasil quer avançar na discussão sobre possíveis acordos envolvendo o comércio digital com os países da Aliança do...
20/07/2018
UE alerta que tarifas dos EUA sobre carros serão um desastre
Vendas do setor do bloco ao país americano superam 50 bi de euros por ano
20/07/2018
Trump critica altas de juros pelo Fed
São Paulo - O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, criticou o movimento de aperto monetário do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) e disse que...
19/07/2018
UE anuncia medidas de proteção contra importações de produtos de aço
Salvaguardas entram em vigor hoje
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.