12/12/2017 - Tracksale firma base na Argentina com dois grandes clientes em carteira

O mercado de inovação na Argentina acaba de receber mais um concorrente que vem direto das terras mineiras. Com cinco anos de operação, a Tracksale, que oferece o serviço de monitoramento da experiência do consumidor, acaba de firmar bases no país vizinho, onde já atende dois grandes clientes: a Electrolux, fabricante de eletrodomésticos multinacional, e o Cencosud, varejista de grande porte. O investimento na expansão foi de R$ 100 mil e a expectativa dos gestores é de que, nos primeiros três meses de 2018, a filial fature 4,5 milhões de pesos argentinos, o que representa um aumento de 15% do faturamento total da empresa. O Chief Operating Officer (COO) de operações da Tracksale, Luiz Carvalho, explica que a expansão da startup para Argentina faz parte do crescimento orgânico da Tracksale, que já atendia dois grandes clientes no país. A necessidade de estar mais próximo desses clientes foi um dos motivos iniciais para a escolha da Argentina como o primeiro país para internacionalização. Mas, vários outros motivos acabaram surgindo no decorrer do processo, que culminaram na expansão. “Há dois meses participamos de uma missão para a Argentina promovida pela Apex e pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Foi um tempo muito importante e que nos ajudou a ter certeza que deveríamos ir para lá”, relata. Além disso, o COO lembra que a Argentina tem uma grande população, o que se traduz em um grande número de consumidores também. Além disso, o empresário destaca a logística facilitada de uma filial no país vizinho, que fica a poucas horas de voos diretos de Belo Horizonte. Outro fator de destaque do mercado argentino é o crescimento de uma vocação em inovação. Carvalho destaca que há vários hubs de empreendedores em Buenos Aires, assim como iniciativas de fomento a startups, o que torna o ambiente mais atrativo para uma empresa de inovação como a Tracksale. Leia também Demoday Trends reúne 84 startups Perfil - Sobre o perfil do mercado argentino, o COO afirma ser muito parecido com o do Brasil. A empresa oferece soluções para monitoramento da experiência do consumidor por meio da metodologia Net Promoter Score (NPS). Esse índice mede a possibilidade de recomendação da empresa pelo consumidor. “Nós trabalhamos desde a coleta de opinião do consumidor até a entrega de relatórios, que podem analisar diferentes aspectos da experiência do consumidor”, explica. Carvalho afirma que, no Brasil, esse é um mercado ainda pouco difundido e, por isso, a empresa tem tanta liberdade de atuação. Na Argentina, da mesma forma, há poucas empresas locais oferecendo o serviço. Ao todo, a empresa investiu R$ 100 mil na expansão. A sede da Tracksale será no coworking We Work, em Buenos Aires. De acordo com o COO, a expectativa da empresa é faturar 4,5 milhões de pesos argentinos, o que representa um aumento de 15% do faturamento total. Além disso, a startup pretende conquistar dez clientes nos primeiros seis meses e atingir o índice 65 do NPS. No Brasil, a empresa já trabalha com o índice de 80. Carvalho afirma que a empresa também tem interesse em expandir para outros países na América Latina, como México, Chile, Colômbia e Peru.