Publicidade
21/05/2018
Login
Entrar

Política

16/05/2018

Triplex de Guarujá é arrematado por R$ 2,2 milhões

AE
Email
A-   A+
São Paulo - O imóvel pivô da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Operação Lava Jato tem um novo dono. Foi encerrado ontem o leilão, do triplex 164-A, no condomínio Solaris, no Guarujá, litoral de São Paulo. O apartamento foi arrematado pelo valor mínimo estipulado no edital, de R$ 2,2 milhões. O lance vencedor foi o único a ser oficializado.

A página do leilão atingiu 55 mil visitantes. O nome do comprador não foi revelado. O nome de usuário utilizado pelo arrematante é Garujapar e consta em seu cadastro no site responsável pela concorrência que ele é de Brasília. Além do valor do triplex, ele vai arcar com uma dívida de R$ 47 mil de condomínio.

O apartamento e suas reformas, supostamente custeadas pela OAS, foram apontadas pelo juiz Sérgio Moro e pelos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) como propinas de R$ 2,2 milhões da empreiteira ao ex-presidente.

O site do leilão descreve o imóvel, e diz que o eventual comprador terá de arcar com suas dívidas. “De acordo com informação da administração do condomínio, sobre o imóvel recaem débitos condominiais pendentes de pagamento de R$ 47 204,28 atualizados até 10/04/2018, que serão de responsabilidade do arrematante”.

Segundo a discrição no site do leilão eletrônico, “no primeiro pavimento há uma sala com varanda, cozinha e área de serviço, lavabo e uma suíte (conforme informações da Sra. Mariuza, da empresa OS, a suíte não existia na planta original, havendo modificações e inclusão deste dormitório)”. “No segundo pavimento existem três quartos compactos (sendo um deles suíte), um banheiro e um hall de distribuição”.

Leia também:
Defesa de Lula amarga nova derrota no STJ


O site do Canal Judicial, que promove o leilão, também ressalta que o “imóvel possui piso frio em todos os cômodos e armários planejados nos quartos, cozinha, área de serviço, área externa e banheiros”. “No local havia, ainda, um fogão, um exaustor e uma geladeira, sem uso e desligados”.

“Existe um elevador que integra os três andares, sendo que não foi possível verificar seu funcionamento visto que a luz da unidade não estava ligada. Imóvel e moveis (armário e camas) em bom estado de conservação, com exceção dos móveis da área externa (coifa e armários), que apresentam sinais de desgaste e ferrugem. O imóvel possui localização privilegiada, em frente da praia, no bairro jardim Astúrias e atualmente está desocupado”, completa.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

19/05/2018
Deltan Dallagnol anuncia nova campanha contra a corrupção
O pacote terá mais de 70 propostas com ações em 12 frentes
19/05/2018
Anistia Internacional questiona parcialidade da Polícia Civil em investigação
Rio de Janeiro - A Anistia Internacional questiona a imparcialidade da Polícia Civil na investigação do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista...
19/05/2018
José Dirceu começa a cumprir pena
Ex-ministro foi condenado a 30 anos e nove meses por corrupção e lavagem de dinheiro
19/05/2018
Eunício quer debater prisão em 1ª instância
Fortaleza - O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse ser favorável a mudar a Constituição Federal de forma a permitir a prisão de pessoas...
19/05/2018
Doleiro Loeb deixa o País em navio de luxo para Alemanha
O doleiro René Maurício Loeb, foragido da Operação “Câmbio, desligo”, deixou o País em um navio de luxo rumo à Alemanha. Segundo sua...
› últimas notícias
Minas Gerais cria 23.563 vagas em abril
Two-Flex Aviação transporta cargas entre Varginha e BH
Governo fala que estuda redução de impostos
Caminhoneiros anunciam greve contra preço do diesel
Sigma aporta R$ 230 mi na produção de lítio
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de maio de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.