19/06/2018
Login
Entrar




DC Turismo

26/05/2018

Turismo em Minas é tema de discussão

17ª Edição do Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira foi realizada no Aeroporto Internacional de BH
Daniela Maciel
Email
A-   A+
Terminal aeroportuário em Confins foi escolhido para receber o econtro por conta da proximidade com o Circuito Turístico Serra do Cipó e do Circuito/Pedro Villa/Mtur
A 17ª edição do Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira – edição Serra do Cipó –aconteceu, na sexta-feira, no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (BHAirport), em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). O evento reuniu mais de 100 pessoas para discutir as tendências do mercado de turismo e as peculiaridades do setor em Minas Gerais. O encontro é promovido pela Federação Brasileira de Hospedagens e Alimentação – Minas Gerais (FBHA –MG).

O local foi escolhido por, além de o aeroporto ser a principal entrada do Estado para turistas nacionais e internacionais, também por ser muito próximo de dois dos principais circuitos turísticos mineiros: o Circuito Turístico Serra do Cipó e Circuito Turístico das Grutas, que reúnem extenso patrimônio natural, cultural e histórico preservados.

Na abertura do evento, o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Gustavo Arrais, destacou a mudança na política púbica para o turismo realizada pelo Estado nos últimos anos. A cadeia produtiva do turismo mineiro hoje está organizada em 47 circuitos e 602 municípios “circuitados”.

“Batalhamos para a construção de um Plano Nacional do Turismo que não falasse apenas em sol e praia. Hoje temos quatro pilares, dos quais três tem tudo a ver com Minas: história, turismo náutico e parques; além, claro, de sol e praia. A partir disso, Minas Gerais muda de patamar. Para aproveitar esse momento precisamos fazer uma mudança de mentalidade e passamos a trabalhar em conjunto”, explicou Arrais.

O primeiro a falar foi o presidente da BH Airport, Adriano Pinho, que proferiu a palestra “Aeroporto Internacional: o que representa para o desenvolvimento econômico e turístico de Minas Gerais”. Na visão do executivo, o aeroporto deve ser muito mais que uma plataforma de saída e chegada de passageiros.

“Temos compromisso com os acionistas e também com o Estado e o usuário. Prestamos um serviço em nome do Estado e isso é muito importante. Existimos para proporcionar a melhor experiência em aeroportos no Brasil. Já somos o segundo e vamos ser o primeiro em breve, sempre valorizando a cultura mineira. Esse é o único aeroporto em que existe cheiro de café e pão de queijo. Temos que estar associados à cadeia produtiva para gerar condições de desenvolvimento do turismo em Minas Gerais. Tudo isso de maneira sustentável”, destacou Pinho.

De 2014, quando assumiu a operação, até o ano passado, a nota de avaliação do aeroporto passou de 3,31 para 4,62, totalizando 35,3% de evolução, resultado do investimento de R$ 1 bilhão no período, em ampliação e modernização de infraestrutura. O terminal tem capacidade para 22 milhões de passageiros/ano.

Leia também:
Estratégias para desenvolver o potencial do setor


O objetivo da concessionária é transformar o BH Airport em um hub integrador dos voos nacionais e internacionais na América do Sul. A localização central da cidade no território nacional já dá ao aeroporto um diferencial competitivo natural importante. O planejamento da malha aérea deixou de valorizar as ligações diretas entre destinos para transformar Belo Horizonte no centro de uma rede, um hub, capaz de distribuir o fluxo entre as regiões Norte/Nordeste e Sul/Sudeste do País.

“A isso se dá o nome de conectividade. Essa é uma forma de viabilizarmos rotas que antes não eram interessantes para as companhias aéreas. A partir do momento em que temos a malha doméstica montada, podemos atrair o turista estrangeiro. Um exemplo é o voo da Azul de Belo Horizonte para Buenos Aires que tem 65% dos passageiros provenientes de outras cidades que não Belo Horizonte”, pontuou o presidente da BH Airport.

Greve - Os problemas causados pela paralisação dos caminhoneiros alcançou o evento que teve a plateia reduzida, alteração na ordem das apresentações e o cancelamento da palestra “Parques temáticos – uma alavanca para o crescimento turístico regional”, que seria proferida pelo do presidente do Sindicato (Sindepat), Alain Baldacci.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

16/06/2018
Cidade de São Paulo se reiventa como destino turístico e colhe os resultados
Toni Sando de Oliveira, presidente do Visite São Paulo e da União Nacional dos CVBs e Entidades de Destinos
16/06/2018
Cursos do MTur recebem milhares de inscrições
O Ministério do Turismo oferece aos interessados em impulsionar a carreira uma oportunidade de qualificação gratuita por meio das plataformas de ensino a distância Brasil...
31/05/2018
Onda de frio deve atrair turistas para o Sul de Minas
Temporada anima municípios
31/05/2018
Cidades apostam no setor para impulsionar a economia
No alto da Serra da Mantiqueira, os 30 mil habitantes de Cambuí, no Sul de Minas, esperam pela chegada dos turistas de inverno. Embora a atividade ainda represente pouco para a economia...
28/05/2018
Cadastur passa por modernização
Prestadores de serviços que atuam no setor de turismo terão mais facilidades para se formalizarem junto ao Ministério do Turismo. Além de ter sido modernizado, o que o...
› últimas notícias
Preço do diesel recua R$ 0,41 em Minas
Mais de 40% das empresas usam planilhas ao contratar
Inadimplência recua na Capital
TCU vai apurar se cobrança por despacho de bagagem reduziu preços das passagens
Governo espera movimentar a economia com liberação de saques
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


19 de junho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.