Publicidade
26/07/2017
Login
Entrar

DC Franquia

09/03/2017

Tutores amplia presença no País com mais sete unidades

Uma delas fica em Vazante, em Minas, e deve faturar R$ 60 mil/ano
Mírian Pinheiro
Email
A-   A+
Arthur Hipólito fundou a rede para suprir carência de mercado/Divulgação
A Tutores, franquia voltada para a educação multidisciplinar, acaba de inaugurar mais sete unidades no Brasil, uma delas em Vazante, próximo a Paracatu, região Noroeste de Minas Gerais. A rede, que, em nove anos de funcionamento, já conta com mais de 100 unidades, como em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, quer encerrar 2017 com 150 franquias em todo o território nacional. O gerente nacional da marca, André Luiz, explica que, justamente por ser microfranquia e permitir começar trabalhando em casa, a Tutores tem crescido cada vez mais. “Além disso, também tem o diferencial de apresentar um modelo de negócios baseado no tamanho das cidades”, completa.

A experiência que deu certo já chegou a Minas. Como educadora na cidade de Vazante, Helen Lima, 28 anos, licenciada em Matemática pela Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), percebeu a necessidade de uma complementação educacional que trabalhasse em conjunto com a escola. Uniu-se a sua irmã Elizandra Lima, 30 anos, formada em Administração Pública também pela Ufop, e foram atrás desse sonho. Aberta há poucos dias, a Tutores de Vazante já tem seis alunos matriculados. Um número razoável, na opinião de Helen Lima, que projeta um crescimento de 100% no quadro de alunos até o final do ano. A expectativa da franqueada é alcançar faturamento anual de R$ 60 mil.

Para obter o direito de usar a marca, foi necessário um investimento inicial de R$ 20 mil. Segundo André Luiz, o faturamento médio é de cerca de R$ 28 mil por mês, sendo que algumas unidades chegam a faturar mais de R$ 40 mil. “O lucro, em média, é de 35%, com retorno de investimento em até um ano”, garante o gerente nacional da marca.

Know-how compartilhado - Satisfeitas com a metologia desenvolvida pela franquia, as irmãs empreendedoras de Vazante, Helen Lima e Elizandra Lima, oferecem, desde o início do mês, o serviço da Tutores - tanto em sede própria quanto na casa do aluno. “Nossa intenção é facilitar o sucesso escolar das crianças e adolescentes, trazendo tranquilidade ao aluno, pais e professores”, justifica. Reforço escolar, aulas particulares, cursos livres, Inclusão digital para a terceira idade, acompanhamento de lição de casa, entre outras assistências estudantis são parte dos serviços ofertados.

A Tutores é pioneira no Brasil no atendimento de alunos com dificuldades de aprendizagem, como aqueles diagnosticados com Distúrbio do Défcit de Atenção (DDA) ou Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDHA). Por meio de um programa que desenvolve bons hábitos de estudo, os alunos são orientados a gerenciar o tempo, reconhecer seu estilo de aprendizagem, organizar o material escolar, preparação para provas, entre outras lições de técnicas facilitadoras. O material didático oferecido foi pensado para facilitar o processo cognitivo e auxiliar nas dificuldades de aprendizado.
A franquia nasceu da necessidade do casal de empreendedores e pais, Artur Hipólito e Léa Bueno, que precisavam de ajuda para seus filhos com dificuldades de aprendizagem. Na época, eles não encontraram no mercado brasileiro um sistema de educação complementar estruturado para melhorar o desempenho escolar de seus filhos.

Resolveram, então, aliar os conhecimentos de cada um para criar a empresa. Artur Hipólito já havia trabalhado como diretor-geral de uma franquia educacional, com ampla área de atuação e mais de 1.200 franqueados e 500 mil alunos no Brasil e exterior. A esposa Léa Bueno dedicou parte da sua vida profissional na criação e desenvolvimento de sistemas educacionais de ensino de idiomas, ensino fundamental e de cursos profissionalizantes.

Segundo Arthur Hipólito, naquela ocasião falava-se de franquias no patamar de R$ 1 milhão, como se todos os brasileiros com sonho de empreender tivesse esse dinheiro. Pouco ou nada era oferecido em benefício dos empreendedores que, com investimento baixo, pudessem realizar o sonho de ter seu próprio negócio. “Foi nesse momento que somando a necessidade de ter esse serviço no Brasil e conhecendo o mercado de franquias há mais de oito anos, decidimos implantar este sistema e assim viabilizarmos valores de acordo com cada cidade, iniciando uma taxa de franquia de R$ 5 mil”, relembra.

A rede oferece, desde 2007, uma gama de serviços: reforço escolar, aulas particulares, tutoria e cursos livres para o Ensino Fundamental I e II, Ensino Médio, Superior e para a terceira idade. Também conta com cursos preparatórios para o Enem, vestibular e concursos, além de aulas de português para estrangeiros e orientações para TCC. Atende todas as disciplinas e níveis escolares. “Cada aluno é avaliado detalhadamente para que sejam mapeadas as principais causas dos problemas escolares e eventuais dificuldades de aprendizagem. Uma vez feito o diagnóstico, é desenvolvido um plano escolar individual e multidisciplinar. As aulas são realizadas na residência do aluno ou no ponto comercial do franqueado”, explica Hipólito.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

26/07/2017
Redes buscam mercado fora do País para driblar crise
Adaptar o negócio a outras culturas é desafio
26/07/2017
Segmento de pets ganha espaço entre franquias
Verdadeira paixão nacional, os bichinhos de estimação já somam mais de 75 milhões de indivíduos no Brasil - entre cães, gastos e outros menos...
26/07/2017
Fórmula Animal pretende somar 30 lojas
Tratados como verdadeiros filhos, os animais de estimação são responsáveis por um mercado que desconhece a crise econômica. A farmácia de...
06/07/2017
Guarde Mais abre 2ª unidade em Minas
Empreendimento terá 87 boxes, de 9, 15 e 20 metros cúbicos, em um galpão próprio de 360 metros quadrados
06/07/2017
Rede paulista Planeta Kids busca ampliar mercado em Minas Gerais
Consolidada no mercado paulista, com mais de 17 unidades, a franquia de buffet infantil Planeta Kids busca ampliar mercado em Minas Gerais. A intenção, de acordo com o dono da...
› últimas notícias
MRV planeja atingir marca de 500 mil unidades em 10 anos
Cemig se esforça para impedir leilão de suas usinas
AGU rebate argumentos de juiz do DF
TCU adverte Dyogo Oliveira sobre meta fiscal
Temer não considera a possibilidade de mexer no déficit deste ano
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:

Cadastrar
› Mais Lidas
Mineração: Setor ganha hoje novo marco regulatório
Drogarias e cosméticos têm expansão em BH
Festival apresentará iguarias de sete regiões do Estado
Precon recebe certificação inédita no País
MRV planeja atingir marca de 500 mil unidades em 10 anos
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› DC RH
Reforma 'é benéfica', avaliam especialistas
'Jornada intermitente é polêmica'
10 mudanças importantes para o mercado
Gestão de carreira: Cuidar da imagem pessoal abre oportunidades
TI e RH: entenda os benefícios dessa união
Leia todas as notícias ›
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


26 de July de 2017
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.