Publicidade
19/02/2018
Login
Entrar

Internacional

09/11/2017

UE propõe crédito e multas contra emissão de dióxido de carbono

Reuters
Email
A-   A+
Bruxelas - A União Europeia propôs ontem metas de emissões para veículos mais duras, incluindo um sistema de crédito para encorajar as montadoras a lançarem veículos elétricos, além de multas para punir quem exceder os limites de emissão de dióxido de carbono.

Mas o plano enfrenta dura oposição de países com grandes indústrias automotivas, e o ministro alemão de Relações Exteriores, Sigmar Gabriel, alertou na terça-feira que regras de emissões mais rígidas podem impactar negativamente o crescimento econômico e o emprego.

A proposta da Comissão Europeia visa limitar as emissões de gases de efeito estufa no transporte como parte de uma diretriz para reduzir as emissões em pelo menos 40% até 2030 ante os níveis de 1990.

O órgão executivo da União Europeia está interessado em legislações que estimulem a indústria europeia a desenvolver veículos elétricos, por medo de ficar para trás em relação a China, Japão e Estados Unidos.

“A competição está aqui”, disse o vice-presidente da Comissão, Maros Sefcovic, citando o uso de carros elétricos chineses por empresas de táxis de Bruxelas. “O carro foi inventado na Europa e acredito que deveria ser reinventado aqui.”

Frotas - A proposta pede uma redução de 30% em média na emissão de carbono nas frotas das montadores até 2030, ante os níveis de 2021. Ela também estabelece uma meta provisória de uma redução de 15% até 2025 para ajudar a garantir que as montadoras comecem a investir mais cedo.

Se violarem as novas regras, as montadoras, de acordo com a proposta, vão enfrentar potenciais multas de milhões de euros, com as penalidades estabelecidas em 95 euros para cada grama de CO2 acima do limite para cada novo veículo registrado no ano.

Em uma antecipação das duras negociações com os países-membros do bloco e o parlamento europeu, as montadoras consideraram as propostas ambiciosas demais, enquanto os ativistas ambientais e dos direitos dos consumidores afirmaram que não avançaram tanto como deveriam.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

17/02/2018
EUA avalia tarifas em importações de aço e pode prejudicar Brasil
Argumento é a defesa da "segurança nacional" do país
17/02/2018
Japão indica nomes para BC e sinaliza intenção de manter programa de estímulo
Tóquio - O Japão indicou Haruhiko Kuroda para outro mandato como presidente do banco central, na sexta-feira (16), e escolheu um defensor de um afrouxamento monetário mais...
16/02/2018
Trump sugere criação de sistema baseado em méritos
Modelo beneficiaria empresas situadas nos EUA
16/02/2018
Zona do euro registra superávit em dezembro
Bruxelas - As exportações de produtos da zona do euro para o restante do mundo avançaram pelo segundo mês consecutivo em dezembro, um sinal de que a...
16/02/2018
Petroleira substitui diretor alvo de sanções pelos EUA
Caracas - A petroleira estatal da Venezuela PDVSA substituiu o diretor financeiro Simon Zerpa, que foi alvo de sanções pelos Estados Unidos no ano passado, em um movimento que...
› últimas notícias
Sondagem revela retomada do otimismo na construção civil
Valor liberado para médios e grandes produtores na safra 2017/18 é de R$ 85 bilhões
Justiça decide que elétricas não poderão ter cobrança retroativa de débitos de R$ 6 bilhões
Sebrae pretende atender 69,6 mil MPEs
Nível de atividade do varejo no Brasil aumenta 1,3% em janeiro, aponta a Cielo
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Começam as obras do Aeródromo Inhotim
Folia supera expectativas em Belo Horizonte
Mobiliata une empreendedorismo e impacto social
Carnaval aqueceu setor de brindes na Capital
Sondagem revela retomada do otimismo na construção civil
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


17 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.