16/07/2018
Login
Entrar

Minas 2032

11/11/2015

Universidades agrícolas devem estar a serviço e ao lado do produtor rural

Luciane Lisboa
Email
A-   A+
O ex-secretário de Agricultura de Minas Gerais, o ex-professor e engenheiro agrônomo Mário Ramos Vilela começou sua apresentação criticando a eterna caricatura feita do homem do campo, considerado um verdadeiro "jeca-tatu". "Isso é ficção. Culpa do Monteiro Lobato, que deturpou a visão do agricultor. Muitos dos problemas do agronegócio começam por aí", reclamou.

Sobre a dificuldade que as universidades brasileiras têm de pôr em prática no mercado o conhecimento científico desenvolvido nas salas de aula, o professor aponta dois grandes problemas. O primeiro, é o fato de as universidades agrícolas serem na sua grande maioria federais.

"Não existe ninguém que nasce federal, as pessoas nascem nos municípios. Então, quando vamos conversar com as universidades para buscar parcerias há uma dificuldade muito grande, porque existem barreiras, não só financeiras como burocráticas. Não nos deixam ter acesso porque alegam que nós não podemos ignorar a expertise da instituição de fazer o trabalho solicitado", afirmou.

No entanto, Vilela lembra que ninguém melhor que o profissional que atua naquele local, que está inserido naquela determinada área, para saber de suas mazelas e dar suporte na hora de resolvê-las. "Se vamos procurar a universidade e ela não nos atende por considerar que não somos capazes de detectar uma necessidade que é nossa, ela para mim fracassou", ressaltou.

Além disso, o ex-secretário de Estado da Agricultura ressaltou o fato de Minas Gerais, assim como o nome diz, permanecer ainda muito centrada na questão da mineração. "Somente Guimarães Rosa, que era do mato, é que descobriu a expressão correta para denominar o Estado: Gerais de Minas."

Para o professor, enquanto o nosso centro de decisão política continuar focado apenas no Quadrilátero Ferrífero, o agronegócio terá muitos desafios pela frente. "Porque quem decide não tem a mínima ideia do que se passa além do Quadrilátero Ferrífero. Não tem ideia dessa atual pujança produtiva. Então temos uma batalha que ainda vai continuar por muitos anos", disse, como quem faz uma profecia.


Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

13/07/2018
DC Logistics mantém ação para plantio de árvores
Já foram 25 mil mudas plantadas
13/07/2018
BH Shopping reaproveita resíduos para produzir fertilizante
Reduzir o impacto ambiental e reutilizar materiais que seriam descartados, além de gerar custo zero nos negócios, é bem-visto aos olhos do consumidor e pode fazer com que a...
06/07/2018
Diversidade: caminho ainda é longo
Levantamento mostra que empresas não mantêm programas para melhorar o quadro
06/07/2018
Promoção está prevista no Objetivos do Desenvolvimento Sustentável 8
A promoção da diversidade é um dos interesses dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) promovidos pela Organização das Nações...
13/06/2018
MRV reduz emissão de gases do efeito estufa
Empresa mantém programa em seus escritórios, lojas e obras para diminuir o impacto ambiental da atividade
› últimas notícias
JPMorgan encerra trimestre com receita 6,5% maior e lucro acima das expectativas
Setor de serviços encolhe 6,7% em maio em Minas Gerais
Cemig pretende alongar prazo de dívida
Faemg concede Medalha do Mérito Rural aos que contribuem com a agropecuária
Mercado de eventos dribla a crise em Belo Horizonte
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


14 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.