22/07/2018
Login
Entrar




Agronegócio

22/06/2018

Uso da água é desafio para a agropecuária

Seminário reunirá especialistas e produtores em busca de soluções para utilização eficiente e responsável
Michelle Valverde
Email
A-   A+
Em Minas, que é berço de várias bacias, há 62 áreas de conflito de disponibilidade de água/Divulgação
Produzir alimentos utilizando a água de forma sustentável tem sido um dos assuntos mais debatidos no setor agrícola e pecuário. Devido à relevância do tema, a quinta edição do Seminário Ambiental do Programa Nosso Ambiente, que é promovido pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) será “Água: Conexão entre meio ambiente e a produção sustentável”. O evento, que acontece dia 28 de junho, em Belo Horizonte, tem como objetivo reunir especialistas, técnicos e produtores rurais para debaterem sobre inovações, desafios e oportunidades relativos ao uso da água nas atividades agropecuárias.

De acordo com a coordenadora da Assessoria de Meio Ambiente da Faemg, Ana Paula Mello, nesta edição do seminário, o tema escolhido teve como gancho o Fórum Mundial da Água que, pela primeira vez, foi realizado no Brasil de 18 e 23 de março. Dentre tantas abordagens feitas ao longo do evento, a Faemg achou importante discutir o uso da água na agropecuária mineira e adotou o tema para o seminário.

“Queremos mostrar que é possível desenvolver atividades econômicas que fazem o uso eficiente da água e geram riquezas enormes para o País e para Minas Gerais, criando empregos, melhorando a qualidade de vida e estimulando a permanência do homem no campo. As questões envolvendo a água e a agropecuária são fundamentais para atender a agenda dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015, e que são divididas em 17 objetivos e 169 metas. Nestes objetivos, a questão da água e a produção sustentável estão intimamente ligadas e trabalhar estes temas é importante”, explicou Ana Paula.

O evento, cujas inscrições são gratuitas e vão até a próxima terça-feira, 26 de junho, contará com diversas palestras e debates ao longo do dia. O evento é voltado para técnicos, extensionistas, produtores rurais e especialistas.  

“O público que pode participar do seminário é bem geral. Queremos informar as pessoas como a agropecuária pode se desenvolver com o uso sustentável da água. No fundo, tem desconhecimento muito grande da sociedade sobre o que é o uso da água na agricultura”.

Para o produtor rural, o evento é a oportunidade de conhecer novas técnicas, inovações e as condições hídricas do Estado. “O seminário apresentará técnicas e opções que o produtor poderá aplicar no campo, tornando a produção mais sustentável. As palestras também serão importantes para ampliar o conhecimento e atualizar técnicos que atuam no campo, que terão a oportunidade de conhecer e repassar aos produtores”, explicou Ana Paula.

Dentre os palestrantes está a diretora-geral do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Marília Carvalho de Melo. A palestra será sobre a disponibilidade hídrica, monitoramento e gestão dos recursos hídricos em Minas Gerais.

“A palestra abordará a importância de Minas Gerais enquanto caixa d’água dó Brasil. Minas é o berço de várias bacias hidrográficas, mas, ao mesmo tempo, no final do ano passado, o Estado tinha 62 áreas de conflito de disponibilidade da água. Isso mostra que em pontos das bacias, a disponibilidade da água é menor que a demanda”, disse Ana Paula.

A palestra “Irrigação: Planejamento Integrado dos Recursos Hídricos” será proferida pelo pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Lineu Neiva Rodrigues. O diretor da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico de Brasília (Adasa), Jorge Enoch Werneck, fará a palestra: “8º Fórum Mundial da Água: implicações para o setor rural”.

Outros temas que serão abordados serão: a gestão da água na pecuária leiteira, importância a Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (ILPF) para a produção de água, irrigação remota e o projeto ABC Cerrado.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

21/07/2018
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
São Paulo - As exportações brasileiras de soja devem crescer no próximo ano para um novo recorde, de 75 milhões de toneladas, projetou na sexta-feira (20) a...
21/07/2018
Com demanda em alta, produção de etanol cresce 74% em Minas Gerais
Fabricação de açúcar tem queda de 17%
21/07/2018
AGROTÓXICOS | Pesquisa aponta riscos para a população que vive perto de áreas pulverizadas
São Paulo - Moradores de comunidades rurais, indígenas e quilombolas são vítimas de intoxicação por agrotóxicos, aponta relatório da...
20/07/2018
Minas Gerais debate flexibilização na lei de agrotóxicos
Para a Faemg, mudanças não diminuirão controle; para deputado Doutor Jean Freire, população será afetada
20/07/2018
Subsídios da Índia e Paquistão afetam mercado de açúcar
A Global Sugar Alliance (GSA), associação que congrega entidades de países produtores de açúcar, entre eles os responsáveis por mais de 80% das...
› últimas notícias
Exportações de soja devem ser recorde no próximo ano
Renovação da concessão da EFVM pode ser resolvida na Justiça
Pessimismo aumenta na indústria mineira
Minas mantém sequência de superávit
Brasil fecha 661 vagas com carteira assinada
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


21 de julho de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.