Publicidade
20/02/2018
Login
Entrar

Internacional

02/12/2017

Vendas de grandes montadoras diferem

Reuters
Email
A-   A+
Detroit, EUA - Grandes montadoras divulgaram na sexta feira (1º) números díspares de vendas de novos veículos em novembro nos Estados Unidos e previram um dezembro concorrido, à medida em que tentam melhorar seus números de 2017.

Os fabricantes de automóveis estão tentando vender os modelos de 2017, oferecendo descontos elevados aos consumidores com a proximidade do fim do ano. Em 2016, a indústria registrou vendas anuais recordes de 17,55 milhões de unidades.

A Associação Nacional de Comerciantes de Automóveis informou na sexta-feira que espera que as novas vendas de veículos diminuam para 16,7 milhões de unidades em 2018, depois de cair para 17,1 milhões para o ano em 2017. Se essa previsão se confirmar, a corrida para vender veículos novos fora dos lotes dos revendedores só vai se intensificar no próximo ano.

A General Motors, líder no país, divulgou que suas vendas caíram 2,9% em novembro ante mesmo período de 2016, puxadas por menores vendas de frotas para agências de locação, empresas e entidades governamentais.

A GM informou que as vendas fortes de utilitários esportivos e crossover elevaram o preço de transação médio para o mês para acima de US$ 37 mil pela primeira vez. O nível de carros não vendidos da empresa, que tem preocupado os analistas e a indústria, aumentou ligeiramente para 83 dias de fornecimento, ante 80 dias no fim de outubro.

Leia também:
Apostas pelo impeachment do presidente


Frotas - As vendas de frotas são um negócio de baixa margem para fabricantes de automóveis. A Fiat Chrysler buscou uma redução significativa nesse tipo de venda em 2017.

A segunda maior fabricante dos EUA, Ford, registrou aumento de 6,7% nas vendas em novembro, com alta nas vendas de frotas em quase 26% e vendas no varejo 1,3% superiores às de novembro de 2016.

A Toyota divulgou que suas vendas caíram 3%, enquanto as vendas da Honda subiram 8,3%. Já a Volkswagen teve queda de 1,6% em novembro.

A Nissan disse que não publicaria os resultados oficiais de novembro até 4 de dezembro em decorrência de uma falha no sistema, mas estimava que as vendas nos EUA aumentaram 14 por cento em relação ao mesmo período de 2016.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

20/02/2018
Opep prevê aumento da demanda para 2018
Estoques da OCDE tiveram alta
20/02/2018
Brasil e Colômbia assinam acordo de cooperação contra a corrupção
Brasília - O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) e a Superintendência de Sociedades da República da Colômbia assinaram...
20/02/2018
Por importações mais baratas, Argentina pretende rever contrato com Bolívia
Buenos Aires - A Argentina quer mudar os termos de um contrato chave de importação de gás com a vizinha Bolívia, o que a permitiria reduzir, ou mesmo eliminar,...
20/02/2018
Merkel indica aliada para cargo, e partido já pensa em sucessão na Alemanha
Berlim - A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, indicou sua aliada próxima Annegret Kramp-Karrenbauer, premiê do pequeno Estado do Sarre, como secretária-geral de seu...
17/02/2018
EUA avalia tarifas em importações de aço e pode prejudicar Brasil
Argumento é a defesa da "segurança nacional" do país
› últimas notícias
Mudanças legislativas geram divergências
Geração de eólicas cresce 26,5% no País
Tarifa sobre o aço nos EUA deve afetar o setor no Brasil
Petrobras passa a divulgar preços médios nas refinarias
Electric Ink investe R$ 12 mi em Uberaba
Leia mais notícias ›
› Newsletter
O melhor conteúdo exclusivo e gratuito no seu e-mail:




Cadastrar
› Mais Lidas
Sondagem revela retomada do otimismo na construção civil
Electric Ink investe R$ 12 mi em Uberaba
Tiradentes e Camanducaia no topo do turismo
Ibovespa mantém trajetória ascendente
Colégio Pitágoras Cidade Jardim vai oferecer ensino bilíngue para crianças
Leia todas as notícias ›
Publicidade
› Assine o DC

Acesso completo

aos conteúdos online e versão impressa.
Único jornal especializado em Economia, Negócios e Gestão de Minas Gerais.
Ferramenta indispensável para fazer bons negócios.
› Edição Impressa


20 de fevereiro de 2018
Conteúdo exclusivo para assinantes
› DC no Facebook
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.