Publicidade
13/12/2017
Login
Entrar

Economia

05/12/2017

Vendas de veículos em Minas Gerais crescem em outubro

Foram comercializadas 48 mil unidades no período
Leonardo Francia
Email
A-   A+
Os automóveis e comerciais leves representaram 81,3% do total/Alisson J. Silva
As vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos e implementos rodoviários em Minas Gerais ficaram estáveis de outubro para novembro, atingindo 48 mil unidades. Em relação ao mesmo mês de 2016 (45 mil), houve um aumento de 6,6%. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

No acumulado de 2017 até novembro, a comercialização de automóveis no Estado somou 477,9 mil veículos e registrou alta de 20,3% frente aos mesmos meses do exercício passado (397 mil), o que demonstra que o mercado automotivo tomou fôlego ao longo deste ano em Minas.

Considerando apenas os automóveis e comerciais leves, as vendas de janeiro a novembro somaram 388,9 mil unidades, representando 81,3% do total do período. Em relação às 291,3 mil unidades comercializadas em igual intervalo de 2016, foi registrado aumento de 33,5%.

Apesar da alta nas vendas de automóveis e comerciais leves no Estado, a Fiat Chrysler Automóveis (FCA), com planta em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), principal representante do setor em Minas, não teve o mesmo resultado. A Fiat emplacou 264,7 mil veículos no acumulado até novembro em todo o País sobre 275,5 mil unidades nos mesmos meses de 2016, redução de 4%.

Enquanto o mercado de automóveis e comerciais leves aqueceu ao longo deste ano, o segmento de caminhões e ônibus continua com queda nas vendas. De janeiro a novembro, foram emplacadas 6,7 mil unidades, contra 7 mil veículos deste tipo nos mesmos meses do exercício anterior, redução de 4,2%.

Um bom exemplo no Estado são as vendas de caminhões da Iveco Latin America, fabricante de veículos pesados do grupo FCA, em Sete Lagoas (região Central). Até novembro, os emplacamentos deste tipo de veículo da montadora caíram somaram 1,7 mil unidades, contra 2,3 mil nos mesmos meses de 2016, queda de 26%.

Belo Horizonte – Os emplacamentos de veículos somente em Belo Horizonte chegaram a 300,8 mil unidades no acumulado do ano até novembro sobre 204,9 mil em iguais meses de 2016, um crescimento de 46,7%. A Capital respondeu por 63% da quantidade de veículos comercializados em Minas para o período.

Os automóveis e comerciais leves tiveram a maior representatividade nas vendas de veículos na Capital. Até novembro, foram vendidos 288,3 mil veículos deste tipo na Capital contra 192,7 mil emplacamentos em idêntico intervalo de 2016, um salto de 49,5%.

Publicidade

Aproveite! Assine o DC e tenha notícias exclusivas

Leia também

13/12/2017
Melhora na economia global favoreceu negócios na Bolsa
São Paulo - Além de investidores apontarem sinais de melhora na economia brasileira, com a queda dos juros e da inflação no País, a maior disponibilidade global...
13/12/2017
Conselho da concessionária de Guarulhos aprova aumento de capital de R$ 850 milhões
São Paulo - O conselho fiscal da concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos aprovou aumento de capital de R$ 850 milhões, mediante a emissão de 1,104...
13/12/2017
Cade libera compra de complexo na Costa do Sauípe pela Termas do Rio Quente
Brasília - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra do complexo turístico Costa do Sauípe, na Bahia, para...
13/12/2017
BR Distribuidora deverá ser a maior abertura de capital no Brasil desde o ano de 2013
São Paulo - A abertura de capital da distribuidora de combustíveis BR , da Petrobras, deverá marcar a maior oferta inicial de ações (IPO, na sigla em...
13/12/2017
Senado aprova socorro bilionário à Caixa Federal
Brasília - O socorro bilionário à Caixa Econômica Federal, com dinheiro dos trabalhadores depositados no FGTS, precisará passar novamente pelo crivo da...
 
© Diário do Comércio. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.