15 de novembro será a data para comemorar e reunir voluntários do Brasil e do mundo, em práticas simultâneas de boas ações

A Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF) vai completar dez anos e para comemorar a data, propõe que voluntários de diferentes localidades do Brasil e do mundo se organizem em ações que divulguem o trabalho e, simultaneamente, incentivem e proporcionem a prática da fraternidade.

Sendo uma Organização Não-Governamental, que assiste mais de 15 mil pessoas em situações de vulnerabilidade (principalmente no Brasil e em alguns países da África subsaariana), a instituição é formada e mantida por 20 mil padrinhos e muitos amigos da causa humanitária.

Assim, segundo o presidente-fundador da FSF, Wagner Moura, a comemoração só poderia ser coletiva: “A ideia é que seja um dia para inspirar todos os outros da nossa vida, porque é na vivência da fraternidade que sentimos como é bom fazer o bem, e isso nos motiva a continuar trabalhando por um mundo melhor”.

Ele ainda explica que desta forma, voluntários e todos os que estiverem dispostos a fazer algo neste mesmo dia, ficam livres na escolha do tipo, local e horário da ação – que pode ser entre família, amigos, vizinhos, grupo social ou até mesmo sozinho.

Os interessados devem apenas se inscrever no site criado pela Fraternidade sem Fronteiras especificamente para esta proposta, com intuito de melhor organização e concentração da divulgação das ações que serão realizadas.

“Assim é possível acompanhar o que voluntários no mundo todo estarão fazendo nesse dia”, reforça a responsável pela área de Eventos da FSF, Camila Leonel. Ela ainda compartilha que entre as inscrições já recebidas estão piqueniques, caminhadas, palestras e até ações de sustentabilidade, entre outras iniciativas.

As inscrições devem ser feitas até o dia 14 de novembro. “Após isso, enviaremos um e-mail de confirmação e se necessário, alguma orientação adicional. O importante é que seja um movimento sincero e de coração, com a vontade de construir um mundo melhor, de mais fraternidade sem fronteiras”, conclui Camila.

A profissional também lembra que a Organização sugere para o momento, o uso da camiseta oficial da FSF, que pode ser encontrada no site da instituição, ou mesmo a especial de 10 anos; e esclarece que, o Dia Mundial Fraternidade sem Fronteiras, assim como a própria FSF, não possui nenhuma restrição étnica, geográfica ou mesmo religiosa.

(Com informações da assessoria de imprensa Sede FSF)