Um sistema de rastreabilidade resultaria em benefícios operacionais, logísticos, combateria a informalidade, traria, enfim, importantes ganhos competitivos à indústria - Alcoa/Divulgação

Problemas complexos demandam soluções inovadoras. Por essa razão, a Associação Brasileira do Alumínio (Abal) anuncia a sua entrada no Movimento 100 Open Startups e lança o Desafio Rastreabilidade de Produtos de Alumínio, com o objetivo de fomentar o desenvolvimento de soluções de controle e monitoramento para produtos de alumínio, como matérias-primas e semimanufaturados.

O presidente-executivo da Abal, Milton Rego, explica que um sistema de rastreabilidade específico para o alumínio e focado em determinado produto, segmento ou até para toda a cadeia produtiva resultaria em vários benefícios. “Um sistema de rastreabilidade específico para o alumínio, focado em determinado produto/segmento ou para toda cadeia produtiva, resultaria em benefícios operacionais, logísticos, inibiria o roubo de carga, combateria a informalidade, traria, enfim, importantes ganhos competitivos à nossa indústria”, assegura. “E, como sabemos que se trata de um projeto que requer tecnologia, criatividade e ousadia, fomos buscar essas qualidades onde elas se concentram: nas melhores startups e nos núcleos de inovação tecnológica, as techs”.

O Movimento 100 Open Startups é uma plataforma de conexão entre a indústria e as startups mais atrativas do mercado. Empresas, como as associadas da Abal, lançam desafios e a plataforma facilita a aproximação com as startups, estabelecendo afinidades entre ambas, em uma espécie de “match corporativo”. “Trata-se de um ecossistema de inovação, que tem tudo a ver com a solução que buscamos para esse desafio e para os próximos que a Abal pretende lançar”, explica a gerente da área técnica da Associação, Kaísa Couto. “Além das startups, conseguimos acessar pela plataforma as tecnologias mais promissoras na visão do mercado, ampliando as redes para inovação e oportunidades de negócios”.

Kaísa Couto lembra ainda que a rastreabilidade é fundamental para análise do ciclo de vida (ACV) de qualquer produto, informação que apoia processos e escolhas sustentáveis. Além disso, é premissa para aplicação dos conceitos da chamada 4ª Revolução Industrial, marcada pela convergência das tecnologias digitais, físicas e biológicas.

O Desafio Rastreabilidade é aberto às startups e techs em qualquer estágio de desenvolvimento. A previsão é ter ainda no primeiro semestre o ranking das melhores soluções. A partir de então, as empresas da indústria do alumínio podem fechar contratos para o desenvolvimento de projetos-piloto, prestação de serviços ou fornecimento de soluções inovadoras, de acordo com a maturidade e consistência, tanto da startup, quanto da solução escolhida.