Créditos: Paulo Lacerda

MÚSICA

Ópera – A mais popular ópera composta por Gaetano Donizetti, “O Elixir do Amor” tem direção musical e regência do maestro Silvio Viegas. A produção inédita da Fundação Clóvis Salgado resgata as dores e os amores da adolescência em um cenário de escola secundária.

Quando: 20 a 28 de abril (20h, no sábado, segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira, e 19h, no domingo)
Quanto: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia)
Onde: Grande Teatro do Palácio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro)

CINEMA

Documentários – A mostra Cine Documenta reúne 27 obras do cinema nacional e internacional, entre curtas e longas-metragens, incluindo “Vlado – Trinta Anos Depois” (2005), de João Batista de Andrade, um documentário sobre o jornalista morto pela ditadura militar Vladimir Herzog, e “Edifício Master”, de 2002, de Eduardo Coutinho, que registra o cotidiano dos moradores do Edifício Master, em Copacabana.

Quando: até 20 de abril
Quanto: entrada gratuita
Onde: MIS Cine Santa Tereza (rua Estrela do Sul, 89, Praça Duque de Caxias, Santa Tereza)

L.A. Rebellion – Produção de cineastas afro-americanos da década de 1970 é tema da mostra L.A. Rebellion, com curtas e longas inéditos no Brasil que desafiaram os códigos de Hollywood, incluindo obras de cineastas como Julie Dash, Charles Burnett, Larry Clark e Haile Gerima, além de contar com diálogos inéditos com os race films e os indicados ao Oscar “Infiltrado na Klan”, de2018, dirigido por Spike Lee, e “Corra!”(2017), entre outros.

Quando: 18 de abril
Quanto: entrada gratuita (ingressos distribuídos uma hora antes de cada sessão)
Onde: Cine Humberto Mauro – Palácio das Artes (avenida Afonso Pena, 1.537, Centro)

ARTES PLÁSTICAS

Colagens – Imagens e arquivos sobre fatos e momentos da história e do cotidiano ganham novos contornos na exposição “Silêncios Seletivos”, de Luiza Nobel. A mostra reúne um inventário de 25 obras, composto por fotos de jornais e revistas, além de objetos.

Quando: até 26 de maio
Quanto: entrada gratuita (terça a sexta, das 10h às 21h, e sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h)
Onde: Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10, Funcionários)

Magia por Ingrid Tonidandel – A jovem artista, em sua primeira exposição individual, apresenta pinturas que são releituras de grandes mestres.

Quando: até 28 de abril de 2019, de quarta a segunda, das 10 às 21hs
Quanto: entrada franca
Onde: Sou Café, Pátio do CCBB-BH (Praça da Liberdade, 450).

Gravura – O universo místico e misterioso que reside na mente humana é o fio condutor da exposição “Devaneios: Imagens do Fantástico”, que reúne 32 gravuras de nomes importantes como Salvador Dalí, Marcelo Grassmann, Gilvan Samico, Octávio Araújo e Erik Desmazières. Com curadoria assinada por Lucia Palhano, Paulo Rocha e Thyer Machado, a mostra propõe um passeio entre realidade e invenção.

Quando: até 6 de julho (segunda a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 14h.)
Quanto: entrada franca
Onde: cAsA – Obras Sobre Papel (avenida Brasil, 75 – Santa. Efigênia)

Fernando Pessoa – 130 anos do poeta fingidor – Obras da artista Lélia Duarte. Estudiosa da ironia na literatura, Lélia aborda o poeta português Fernando Pessoa na sua pintura, usando para isso diferentes estilos na sua produção.

Quando: até 30 de abril
Quanto: entrada franca
Onde: Galeria de Arte do PIC Cidade (rua Cláudio Manoel, 1185, Funcionários)

Raízes África-Brasil por Alyson Carvalho – Com curadoria de Claudia Jannotti, a exibição é composta de 21 fotografias e seus nomes escritos na língua africana iorubá. Em “Raízes África-Brasil” as cores e os adornos das imagens, como argila branca, flores secas e o bronze são repletos de significados e representados em tinta dourada. Os modelos foram escolhidos não apenas por terem relação com o tema, mas por serem a própria representação da cultura africana.

Quando: até 2 de junho
Quanto: entrada franca
Onde: Museu Inimá de Paula (rua da Bahia, 1201, Centro)