Moreira: em 2018, apostamos com tudo nesse setor e percebemos uma grande demanda - Créditos: divulgação

Quando o setor da construção civil vivia um cenário de quase paralisação de lançamentos, a mineira Alfa Alumínio e Fachadas percebeu uma oportunidade: o segmento de retrofit. Fornecedora de esquadrias e estrutura para fachadas, a empresa entendeu que, se não havia novos prédios, o segredo seria explorar os antigos, oferecendo um serviço de qualidade para reforma das estruturas. A aposta deu tão certo que a Alfa está lançando, neste ano, um novo negócio especializado em retrofit: a Moderniza, que é fruto de uma parceria com a empresa de engenharia Lopes Nogueira, que também fica na capital mineira.

“Até 2017, nosso foco era em empreendimentos residenciais, mas percebemos que havia mais mercado na construção civil industrial. Em 2018, apostamos com tudo nesse setor e percebemos uma grande demanda pelo retrofit”, relata o proprietário da Alfa Alumínio, Fernando Moreira. O empresário lembra que Belo Horizonte tem muitos empreendimentos antigos e que precisam passar por essa reforma até por uma questão de segurança. Por causa dessa grande demanda ele entendeu que era necessário criar um CNPJ para atender apenas esses projetos.

Para entregar um serviço realmente especializado, o empresário procurou uma parceria com uma empresa de engenharia, tendo em vista que os projetos de fachada precisam obedecer a regras muito específicas da legislação.

“Nós entramos com toda a parte estética e a nossa expertise em fachadas e a Lopes Nogueira com os projetos que atendem à normatização do setor. Afinal, uma fachada de 30 anos atrás não está mais adequada para a legislação atual e essa adequação também faz parte dos nossos serviços”, explica.

A Moderniza vai oferecer o serviço de reconstrução de fachadas em vidro e em ACM, que é uma técnica que usa chapa de alumínio. Segundo Moreira, o ACM tem sido muito procurado pelos clientes por ser uma técnica prática e rápida.

“Quando se sobe a alvenaria de um empreendimento é preciso colocar algum revestimento para dar o acabamento na fachada. Então é necessário rebocar, pintar e colocar o porcelanato, por exemplo. Com a técnica do ACM isso é mais rápido: a chapa de alumínio é sobreposta ao tijolo e evita o reboco e a tintura”, explica.

Entre as obras realizadas pela Alfa Alumínio com essa técnica está o novo prédio do Mater Dei, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e o retrofit do Shopping Del Rey, na Pampulha. Nos dois empreendimentos a empresa utilizou o ACM e o vidro nas fachadas. De acordo com o proprietário, a expectativa é de que a nova empresa, Moderniza, gere um incremento de cerca de 30% no faturamento obtido pela Alfa Alumínio hoje.