Rede de franquias Petland conta com 100 lojas em 15 estados e a Dra Mei conta com 15 unidades - Foto: Divulgação

O mercado pet em Minas Gerais vai ganhar novos players neste ano com a chegada de duas marcas do Grupo Brasil Pet: Petland, que atua no segmento de petshop, e Dra. Mei, que trabalha com medicina veterinária preventiva. Com origem norte-americana, o grupo chegou ao Brasil em 2014 e adotou o modelo de franquia para expansão. As primeiras duas lojas do grupo, sendo uma de cada marca, acabam de chegar a Ouro Fino, no Sul do Estado. Mas os gestores garantem que Minas Gerais tem potencial para muito mais: até 80 unidades do grupo nos próximos seis anos.

Não é à toa que o grupo está investindo no Brasil. Segundo o CEO da Petland, Rodrigo Albuquerque, já são 100 lojas do petshop em 15 estados do País, o que faz da rede brasileira a maior do grupo, que está em 19 países. O mercado de pet no Brasil justifica o bom desempenho: de acordo com o Instituto Pet Brasil, o varejo especializado em pets faturou R$ 32,92 bilhões em 2017, o que representa um crescimento de quase 6% em relação a 2016.

O grupo chega ao Estado por meio de uma oportunidade de conversão de marca em Ouro Fino. Trata-se de um petshop de relevância na cidade cujos proprietários manifestaram desejo de adotarem a marca da Petland. O grupo não apenas aceitou a conversão como também vai abrir a primeira unidade da Dra. Mei na cidade. A previsão é que os empreendimentos comecem a operar com as novas marcas em abril deste ano.

De acordo com Albuquerque, a Petland foi a primeira marca do grupo a chegar ao Brasil em 2014. O petshop funciona a partir de um conceito diferenciado que aposta na experiência do consumidor. “Mais que vender nossos petlanders, como são chamados os vendedores, transmitem informações de qualidade aos donos dos pets. Eles trabalham como consultores, entendendo o pet, a necessidade dele, a circunstância em que vive e, assim, fugindo da tradicional pergunta ‘posso te ajudar?’ Isso aumenta o engajamento e a fidelização dos clientes”, afirma.

O CEO afirma que a rede brasileira faturou R$ 100 milhões em 2018 e cresceu 100% em relação a 2017. Para 2019 a meta é crescer 40% em faturamento e 50% em número de lojas. Ele afirma que Minas Gerais é um estado estratégico dentro desse plano. “O mercado mineiro é uma das maiores oportunidades que temos por causa da ampla densidade demográfica e da grande extensão territorial. Estamos ansiosos para chegar e o plano é ousado: 40 lojas da Petland em um período de até seis anos”, afirma.

Dra. Mei – Já a marca Dra. Mei é mais recente no Brasil. Ela foi criada em 2018 a partir da percepção do empresário Leonardo Kanashiro de que a Petland precisava de uma operação suporte na área de medicina veterinária. “Todas as unidades da Petland sempre tiveram uma área dedicada à veterinária, mas não era o DNA da marca. Fui estudar o mercado no Brasil e percebi que a demanda pelo segmento veterinário é tão grande como a do petshop. Percebi, também, que muitas clínicas não são profissionalizadas e são focadas na doença do animal, oferecendo principalmente internações. Ninguém estava prestando a atenção na prevenção”, relata.

Foi assim que Kanashiro criou a Dra. Mei, que passou a fazer parte do Grupo Brasil Pet. A operação, que pode ser um consultório ou uma clínica, trabalha com atendimento com hora marcada, diferente da maioria dos estabelecimentos do setor que opera com pronto-atendimento. Além disso, a marca foca na medicina veterinária preventiva e, por isso, oferece pacotes de serviços voltados para cada etapa da vida do pet, desde filhote, passando pela vida adulta até quando ele fica idoso. “Em cada fase da vida o pet precisa de exames e procedimentos diferentes para evitar que ele desenvolva doenças ou precise ser internado com urgência. Essa forma de atendimento é melhor para o pet e para o bolso do dono, que paga um pacote e evita transtornos de urgência”, diz.

Segundo o empresário, a Dra. Mei tem 15 unidades espalhadas por São Paulo, Paraná, Piauí e Minas Gerais. Ele afirma que o mercado mineiro é muito importante para a marca e tem capacidade de receber, pelo menos, 40 unidades da franquia. “O plano macro da marca é chegar a 250 unidades até 2022 e Minas Gerais será responsável por 16% dessa expansão. Temos interesse na Capital, mas também na região metropolitana, no Triângulo Mineiro e no Sul do Estado”, afirma. O investimento mínimo para adquirir uma franquia da Dra. Mei é R$ 50 mil.