A Codemge assumiu a gestão do Parque das Águas de Caxambu após 28 anos sob gestão da Prefeitura Municipal (maio/1989 a setembro/2017). A empresa, de acordo com a estatal, encontrou o local em situação precária, “como foi apresentado, inclusive, em audiência pública na Câmara Municipal de Caxambu em agosto do ano passado. O Balneário já estava fechado pela prefeitura, devido à ausência de manutenção e conservação. A Codemge recebeu o imóvel em estado de completa deterioração”.

Diante da negativa por parte da prefeitura em assinar o termo de entrega e recebimento do parque, a Codemge ajuizou ação visando à realização de perícia judicial para constatação, de maneira clara e evidente, da situação (processo 0028.312-76/2017.8.13.0155) e dos reparos necessários em face da inexistência de cuidados mínimos com o ativo público – o laudo pericial e complementos estão disponíveis no site da companhia. A Justiça autorizou a perícia em dezembro de 2017. Os trabalhos periciais começaram em março de 2018. A perícia foi concluída e juntada aos autos do processo em outubro do mesmo ano. No momento, o caso permanece sub judice.

A operacionalização completa do parque depende da conclusão do processo. A empresa reconhece o estado lastimável em que recebeu o empreendimento e está comprometida em restaurar o parque para o benefício da população de Caxambu.

Segurança – O Parque das Águas de Caxambu recebeu reforço na segurança oferecida pela Polícia Militar no município, conforme convênio celebrado com a Codemge. A ação preventiva foi alinhada com a companhia, e o plano de patrulhamento ostensivo no interior do parque prevê rondas sistemáticas, a fim de combater ações delituosas verificadas com frequência no local. Em novembro de 2018, foi finalizado também o serviço de cercamento e troca das telas do parque, elevando a proteção e a segurança no local.

Visitação – A Codemge manteve a política de acesso ao parque para os cidadãos de Caxambu, quanto a horário de entrada, valores de ingresso e volume de água disponível. Também foi instalada urna de ouvidoria para dúvidas, reclamações e sugestões dos cidadãos. Além disso, o parque tem promovido e recebido ações culturais, educativas e turísticas, realizadas pela Codemge ou com seu apoio, como:

  • Dia Mundial da Água, com visita guiada promovida pela Codemge para centenas de crianças e adolescentes, com distribuição de cartilha disponível no site da Codemge;
  • curso “A Arte de Conduzir Trilhas e Roteiros” (26 a 29/03/18), ação do Senar Minas em que 11 participantes visitaram e avaliaram pontos turísticos como o Parque das Águas e o Morro do Cristo;
  • concessão de entrada gratuita no parque no aniversário de 117 anos de Caxambu.
    Entre os eventos promovidos por terceiros, estão: Congresso da Anpocs; Encontro Dedo de Prosa da Terceira Idade – Hotel Glória; Mountain Bike e Corrida Noturna de Atletas; 9º Encontro AGMH de Veículos Antigos; FMT 500 Copa de Tênis.
    A Codemge realizou também o Workshop “Turismo e Negócios: Parque das Águas de Caxambu”. O evento foi realizado em maio do ano passado, no auditório do P7 Criativo, em Belo Horizonte. O objetivo foi discutir propostas sobre o turismo e o uso público do Parque das Águas, estimulando a construção coletiva de soluções para esse importante patrimônio. O trabalho buscou estruturar um plano de atividades para orientar as ações de desenvolvimento da cidade. Participaram do encontro políticos e representantes do setor hoteleiro, do comércio e do Ministério Público, além de lideranças de organizações da sociedade civil.
    A empresa também esteve presente no 2º Fórum Gestão Sustentável do Parque das Águas de Caxambu – Perspectiva Regional e Integrada, realizado no município pela Sociedade Amigos do Parque das Águas (Ampara), em setembro de 2018.