Crédito: Divulgação

O governador em exercício de Minas Gerais, Paulo Brant, esteve na Casa do Cooperativismo Mineiro na manhã de ontem para uma agenda de aproximação com o segmento que movimenta quase R$ 50 bilhões por ano, representando uma participação de 8,1% no PIB do Estado.

O executivo foi recebido pelo presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, que apresentou o contexto de atuação e os resultados do cooperativismo mineiro, além do trabalho de representação, capacitação, monitoramento e promoção social realizado pela entidade.

Após o encontro, Brant enfatizou a importância das cooperativas para o desenvolvimento de Minas e destacou que “esse é o lado da sociedade pujante” e que foi muito bom receber tantas boas notícias vindas do cooperativismo. O vice-governador também mencionou que esteve no dia 15 de maio, na Expocafé, em Três Pontas, onde se encantou com o trabalho do agronegócio tão fortalecido pelas cooperativas.

“Ordem e Progresso. É com esse direcionamento que trabalhamos. Nossas cooperativas estão muito bem, crescendo e demonstrando cotidianamente como contribuir para o desenvolvimento na prática. As cooperativas de crédito, por exemplo, fazem com que o dinheiro circule dentro das próprias comunidades locais, sendo que estão muitas vezes instaladas em municípios onde não há outro tipo de estabelecimento bancário. E esse é apenas um exemplo, porque temos também as cooperativas de saúde, do agro e transporte, entre tantas outras, que vem dando grandes exemplos de gestão e impulso ao desenvolvimento. Ao contrário do cenário nacional, mesmo em períodos de crise continuamos admitindo pessoas”, ressaltou Ronaldo Scucato.

De acordo com o Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo, Minas Gerais é o 4° maior Estado em número de cooperados, com 1,58 milhão de membros, sendo que as 768 cooperativas registradas no Sistema Ocemg empregam quase 40 mil pessoas. Somente no último ano, o setor teve um incremento de 7,7% em sua movimentação econômica, registrando R$ 46,7 bilhões, o que confirma desempenho ascendente das cooperativas mineiras. Atualmente, 22,5% da população mineiras está envolvida com o cooperativismo.

Durante o encontro, o vice-governador se colocou à disposição para receber todas as solicitações do Sistema Ocemg visando à solução de possíveis entraves junto aos órgãos do governo do estado que impactem nas atividades das cooperativas mineiras.

Também participaram do encontro o superintendente do Sistema Ocemg Alexandre Gatti Lages, a assessora da diretoria, Isabela Pérez, e o analista institucional, Geraldo Magela, além do assessor de coordenação política do governo, Cristiano Moreira, do assessor de relações institucionais, Bernardo Silviano Brandão, e do assistente militar do vice-governador, tenente-coronel Natal.