A Faculdade Arnaldo dá sequência ao plano de expansão e incorporou mais 400 alunos de ensino superior - Foto: Divulgação

Para dar sequência a um forte plano de modernização e expansão, a Faculdade Arnaldo, sediada no bairro Funcionários, na região Centro-Sul da Capital, adquiriu os campi instalados em Belo Horizonte da Faculdade de Estudos Administrativos de Minas Gerais (Fead), com sede na mesma região. O negócio, no valor de R$ 7 milhões, coloca fim a uma disputa que envolveu grupos educacionais de porte nacional.

De acordo com o diretor-executivo da Faculdade Arnaldo, João Guilherme de Souza Porto, a aquisição faz com que os número de alunos de educação superior cresça 150% na Instituição, passando de 800 para 2000 alunos de educação superior. “A Fead vinha passando por um processo de recuperação judicial desde 2016 e, por ordem da Justiça, algumas unidades foram colocadas à venda. Vamos assumir os campi da avenida do Contorno e do bairro Olhos D’água. Todos os cursos serão mantidos, respeitando os preços divulgados para os alunos e as ementas. Os alunos se formarão dentro da expectativa que tinham quando ingressaram na Fead”, explica Porto.

O campus da avenida Contorno será desmobilizado e as atividades redistribuídas entre as unidades Arnaldo, nos bairros Funcionários e Anchieta. A expectativa é de que cerca de 90% do corpo docente permaneça na escola. Já entre funcionários esse número tende a ser menor, mas ainda não foi estimado.

Dos sete cursos de graduação oferecidos atualmente pela Faculdade Arnaldo – Administração, Direito, Marketing, Processos Gerenciais, Gestão Hospitalar, Gestão Pública e Logística -, apenas dois são também ministrados pela Fead: Direito e Administração. Aos poucos eles serão absorvidos pela estrutura do Arnaldo, respeitando a grade de matérias. Agora, oriundos da Fead, somam-se os cursos de: Agronomia, Curso Especial de Saneamento, Engenharia Civil, Medicina Veterinária, Odontologia, Psicologia, Zootecnia.

Embora não adiante detalhes, a Faculdade Arnaldo deve fazer outras aquisições em 2019 e 2020. A Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e a Zona da Mata, especialmente Juiz de Fora, estão nos planos de prospecção da escola.

“Nosso objetivo é manter e investir nos cursos que estão chegando, agregando a eles a tradição e qualidade do Arnaldo. Essa aquisição marca não só o crescimento da Faculdade Arnaldo, mas também uma ação de mercado que vai contra ao que tem acontecido de grandes grupos nacionais e até com investidores estrangeiros comprando as escolas locais.

Percebemos que para sobrevivermos temos que crescer, então estamos observando o mercado com cuidado para outras ações”, analisa o diretor-executivo da Faculdade Arnaldo.