Valor das exportações caiu 7,9% devido a menores remessas de café e minério de ferro

Implantado há nove anos pela Faemg, o Programa Café + Forte, que é, basicamente, um sistema de gestão e gerenciamento de unidades produtoras cafeeiras, ganhou, ontem, durante a SIC, uma plataforma on-line, onde o cafeicultor poderá acessar e gerenciar sua produção remotamente e em tempo real.

“Estamos lançando uma plataforma on-line, onde o produtor vai conseguir lançar e gerenciar a atividade cafeeira de modo remoto. É uma forma de fazer o acompanhamento e utilizar os recursos produtivos de forma mais assertiva e em tempo real”, explicou a analista de agronegócios da Faemg e coordenadora do Programa, Ana Carolina Gomes.

A analista explicou que, antes, o lançamento de dados era feito em planilhas. “As planilhas precisam de um tempo para ser alimentadas com dados e para ver o resultado. Isso inviabilizava a tomada de decisões. A plataforma vai otimizar esse processo porque o produtor faz o acompanhamento da sua produção em tempo real”, frisou. (LF)