Apesar de mais compacto, o secretário espera bater recorde no número de visitantes - Alexandre Landin

Com o tema “O futuro é agora”, a terceira edição da Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (Finit), realizada pelo governo do Estado, foi aberta ao público ontem, na Serraria Souza Pinto, no centro da Capital. Um dos principais eventos de tecnologia e inovação do Estado, a feira terá um formato diferenciado este ano: será mais extensa, indo até o dia 28 de novembro, e acontecerá em diferentes ambientes na cidade.

Em decorrência da situação econômica do Estado, a Finit também será mais enxuta: os investimentos, este ano, giram em torno de R$ 800 mil, 60% a menos que as edições anteriores.

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Vinícius Rezende, a estratégia de “pulverizar a feira” pela cidade tem a ver com o objetivo do evento, que é justamente comunicar à população a vocação inovadora do Estado. Por outro lado, ele reconhece que a estratégia seguiu uma necessidade do governo de Minas, que enfrenta grandes desafios nas finanças. “Tínhamos que fazer um evento um pouco mais enxuto, mas não poderíamos deixar de realizá-lo devido à sua importância. Esse ano muitos eventos que acontecem dentro da Finit serão custeados pelas instituições parceiras”, revela.

Segundo ele, as primeiras edições da Finit receberam cerca de R$ 2 milhões em investimento, enquanto que, este ano, o montante caiu para algo em torno de R$ 800 mil. Apesar de o evento estar mais compacto, o secretário espera bater recorde no número de visitantes. No ano passado, a feira recebeu 75 mil pessoas, gerou mais de 5 mil empregos e mais de 2 mil encontros de negócios. “Como este ano o evento acontecerá em 20 dias e não apenas quatro, como nos anos anteriores, acreditamos que conseguiremos atingir um número maior de pessoas”, destaca.

O secretário afirma que ainda não conversou como o novo governador eleito, Romeu Zema, e, por isso, não pode falar sobre a continuidade da Finit. Mas ele acredita que o próximo governo não vai se distanciar tanto das ações desenvolvidas pela secretaria nos últimos anos. “O que vimos das propostas de governo do Zema está muito alinhado com o que foi feito nesse governo. Acredito que não haverá dificuldades de continuidade nesse segmento. Até porque investimento em tecnologia e inovação é inevitável e é o mercado que vai mostrar isso”, afirma.

Atrações – Uma das principais atrações da Finit, a Campus Party também terá um formato diferenciado este ano. De acordo com o diretor-geral da Campus Party Brasil, Tonico Novais, o modelo dessa terceira edição do evento será de “Campus Party Experience”, que não inclui área de camping e é 100% gratuito. Diferente das edições anteriores, que tinham foco na navegação de internet, o modelo Experience prioriza conteúdo. Dessa forma, a conexão de internet será apenas para quem vai jogar ou participar de hackathons.

“Por causa do cenário político e econômico deste ano, da Copa do Mundo e das eleições, tudo ficou muito apertado. A gente tinha duas opções: fazer uma Campus Experience ou não fazer o evento este ano. Então decidimos fazer e, assim, continuar conversando com a comunidade local e incentivando os legados que a gente deixa na tecnologia, inovação e empreendedorismo da cidade”, afirma.

Ao todo, o evento contará com 70 palestrantes e mais de 100 horas de conteúdo. Entre os palestrantes previstos estão Andrew Humphries, empreendedor em série e cofundador da The Bakery, que é a primeira aceleradora de desafios corporativos do mundo com sede em Londres/Reino Unido. Também participará do evento o cartunista Maurício Ricardo, um dos pioneiros e mais premiados produtores de conteúdo da internet, e a bacharel em Sistemas de Informação, Dani Marinho, que contará como a ida à Nasa mudou sua história. A Campus Party acontecerá entre os dias 7 e 10 de novembro e a expectativa é que 30 mil pessoas passe pelo evento.

Programação – A Finit reunirá diversos eventos ligados à tecnologia e inovação. Entre eles está a “A Mini Maker Faire”, realizada pelo P7 Criativo. Nesse evento o público pode construir projetos, além de apreciar uma mostra de invenções, criatividade e desenvoltura.

Outra atração importante é o Hub Conecta. O evento, que será realizado nos dias 27 e 28 de novembro, é voltado para empresas que têm interesse em buscar soluções no mercado da inovação. A conexão é feita com startups que possuem soluções inovadoras. Também acontece dentro da programação da Finit a “Feira do Meu Primeiro Negócio”, que será realizada no Minas Shopping, nos dias 15 e 16 de novembro. Alunos participantes do programa terão a oportunidade de apresentar e vender os produtos desenvolvidos no projeto. A programação completa da feira pode ser acessada em www.finit.mg.gov.br.