Com unidades próprias e franqueadas, Infobeleza deve chegar a Betim, Pedro Leopoldo, Sete Lagoas, Divinópolis e BH - Divulgação

Listados entre os setores mais resistentes à crise, os segmentos ligados à beleza, saúde e bem-estar continuam atraindo a atenção de quem busca se qualificar para enfrentar os índices ainda alarmantes de desemprego no Brasil. De acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os setores responsáveis por artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria apresentaram crescimento de 11,6% nos últimos 12 meses e tiveram a sexta maior participação global do varejo nesse período. E a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec) prevê um crescimento nominal de 8% no faturamento em 2018, somente pelo mercado de produtos de beleza.

Diante deste quadro, a rede paulista de escolas de formação de profissionais da beleza Infobeleza foca seu primeiro ciclo de expansão por meio do modelo de franchising nas cidades médias do interior mineiro. Com unidades próprias em Atibaia e Bragança Paulista (ambas em São Paulo), e duas franqueadas nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, a meta é chegar ao final de 2020 com 50 unidades em todo o Brasil.

De acordo com a diretora da Infobeleza, Sônia Leonardi, o consumo acima da média nacional de produtos de beleza em Minas Gerais fez com que a marca voltasse os olhos para o mercado mineiro. As cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e das regiões Central e Centro-Oeste compõem o conjunto principal de interesse da marca, além da própria Capital.

“Observamos essas cidades, como Betim, Pedro Leopoldo (RMBH), Sete Lagoas (Central) e Divinópolis (Centro-Oeste), entre outras, não só pelo volume de vendas, mas também por serem centros regionais que têm no seu entorno outras tantas cidades satélites, formando um conjunto com poder de consumo”, explica Sônia Leonardi.

O público-alvo da rede são as camadas C, D e E. Por isso, o ideal é que as escolas estejam em pontos de fácil acesso e grande movimento, sempre em lojas de rua. Fazem parte da cartela de cursos da Infobeleza: cabeleireiro, massagem, depilação, barbeiro, manicure e pedicure, maquiagem, estética facial, micropigmentação de sobrancelha e cursos in company de atualização e reciclagem. Em janeiro, serão lançados cursos de especialização on-line.

Leia também:

Plataforma Facily oferece de manicure a depilação

Assessoria – O custo da taxa de franquia varia entre R$ 20 mil e R$ 59 mil, dependendo da cidade, e o de implantação é de R$ 50 mil a R$ 115 mil. A busca é por franqueados com perfil comercial. “Nossa proposta é de uma gestão compartilhada, feita a quatro mãos. Geralmente, as franquias trabalham com esquema de suporte. Queremos ir além, fui franqueada muito tempo e sei a dor do franqueado. Por isso, prestamos consultoria aos empreendedores em assuntos administrativos, de cobrança, comercial, contábeis, jurídicos e até mesmo pedagógicos”, enumera a diretora da Infobeleza.