Antigo imóvel exigiu uma reforma completa e bastante paciência dos empresários

A inspiração é na série Friends e nos charmosos cafés espalhados pela Europa. O objetivo era criar um ambiente em que turmas de amigos pudessem conversar e se divertir aproveitando o sofá estrategicamente instalado no salão e que todo mundo pudesse saborear um bom café acompanhado de guloseimas, como pães e bolos artesanais, em meio à correria do dia a dia no bairro Funcionários, na região Centro-Sul.

O Recharge Café é um sonho dos amigos Steven Mahoney e Alessandra Marques. O investimento de cerca de R$ 200 mil deu origem a um espaço capaz de receber até 50 pessoas. O antigo imóvel, datado da década de 1950, exigiu uma reforma completa e bastante paciência dos empresários.

“Foi uma obra que consumiu mais tempo e recursos do que imaginávamos, mas valeu a pena. Fomos descobrindo espaços e hoje temos até uma claraboia, por exemplo. Somos cumprimentados pelas pessoas que frequentam e por nossos vizinhos pelo que fizemos. Belo Horizonte está recebendo mais estrangeiros e eles estão acostumados com esse tipo de estabelecimento. Aqui temos a ELS – escola de idiomas – no mesmo prédio com muitos professores vindos de fora e alunos estrangeiros que estudam português. Então é um público que junto ao morador da cidade pede por esse tipo de serviço”, explica Mahoney.

Uma preocupação dos proprietários é ajudar a disseminar uma cultura sustentável entre os frequentadores da Recharge Café. Utensílios de plástico, como canudos e talheres, não entram no estabelecimento.

“Vamos fazendo as coisas aos poucos. As pessoas podem recarregar o celular, trabalhar um pouco com o notebook. Estamos perto de muitas empresas e startups, então acabamos sendo um ponto de apoio. Gostamos de receber as pessoas com tempo, oferecendo serviços”.

Atualmente, a cafeteria gera sete empregos diretos mas a perspectiva é que esse número aumente em breve. Nos dias de evento isso já acontece com a contratação de profissionais eventuais. No dia 12 e junho a casa promoveu o seu primeiro Valentine Day ou Dia dos Namorados, com um cardápio especial conduzido por um chef britânico.

“A nossa intenção é no período da noite implantar um wine bar no espaço. É um ambiente agradável que comporta bem uma operação em que as pessoas podem curtir um bom vinho, boa música e passar bons momentos entre amigos”, pontua o empresário.