Gasperoni: Belo Horizonte nos enviava muitos alunos - Créditos: divulgação

A Live University – especializada em educação corporativa – desembarca em Belo Horizonte para dar início ao seu portfólio de cursos de MBA e de formação específica para executivos. A abertura faz parte de um plano de expansão que inclui em sua primeira fase também a cidade do Rio de Janeiro, depois de 15 anos em São Paulo.

A primeira turma do MBA Inteligência de Mercado já começou, em um coworking na Savassi (região Centro-Sul), mas o objetivo é ter um espaço próprio até o início do segundo semestre, na mesma região. Serão oferecidos, inicialmente, cinco cursos de pós-graduação Latu Sensu nas áreas de Supply Chain, Compras, Fiscal, Tributário e Inteligência Comercial.

De acordo com o diretor executivo da Live University, Henrique Gasperoni, Belo Horizonte era uma das cidades que mais enviava alunos para a unidade paulistana, então a decisão de começar a expansão pela capital mineira era natural.

“Belo Horizonte e Rio de Janeiro são as cidades de fora do estado de São Paulo que mais nos mandam alunos, então era justo começar a expansão por elas. Também temos muitas parcerias com empresas locais, o que facilita a nossa chegada. Nosso objetivo é oferecer todo o portfólio na cidade, mas mesmo antes disso estaremos na nossa sede própria. Estamos em busca de um imóvel de cerca de 500 metros quadrados pra isso”, explica Gasperoni.

Para o executivo, a força do polo educacional de Belo Horizonte composto por importantes universidades, tanto públicas como privadas, como por escolas de negócios de renome internacional, gera uma concorrência positiva, criando um mercado que atrai pessoas de todo o País e no qual a Live University se insere a partir de agora.

“Chegamos para completar um rol de oportunidades que os alunos têm na cidade. É possível oferecer educação de qualidade a partir de diferentes plataformas e modelos. A Live quer que isso aconteça de uma forma mais leve e eficiente, seja on-line ou presencial. Nós adaptamos os cases de acordo com a realidade do aluno nos cursos longos. Os cursos curtos e workshops são ainda mais dinâmicos e mudam de acordo com a necessidade do mercado”, afirma o diretor executivo da Live University.

Em 2018, a instituição teve um aumento de 20% no faturamento, considerando a unidade de São Paulo. 22% dos alunos registrados na unidade paulistana, em 2018, são provenientes dos dois novos mercados – Belo Horizonte e Rio de Janeiro. O crescimento total de alunos registrados em 2018 foi de 15%, se comparado com o ano anterior. (DM)