Foto: Raiane Vieira Fotografia/Divulgação

DANIELA MACIEL

A entrega da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, em Conceição do Mato Dentro, na microrregião do Médio Espinhaço, no último sábado, depois de um trabalho de seis anos de recuperação, é um marco para a preservação do patrimônio histórico de Minas Gerais e do Brasil. A restauração custou R$ 10 milhões.


A igreja, com cerca de 300 anos – que estava fechada desde 2005 -, passou por um intenso processo de restauro e pesquisa que retirou camadas de tinta e a recuperou a pintura original, revelando, nas pinturas da capela-mor, a reprodução ilusionista de elementos arquitetônicos emoldurando as cenas da vida de Nossa Senhora.

Também ressurgiram painéis no estilo de uma recriação de azulejaria com passagens da vida de Cristo e, ainda, pinturas adornando a Assunção de Nossa Senhora no forro do altar-mor.


De acordo com o prefeito de Conceição do Mato Dentro, José Fernando Aparecido de Oliveira, a entrega da Matriz inaugura também um novo tempo para o turismo na cidade. “Conceição do Mato Dentro comemora hoje 316 anos e a reabertura desse patrimônio nos coloca como integrante do circuito das mais representativas obras barrocas em Minas. Sempre fomos conhecidos pelo turismo de aventura e natureza e agora entramos, definitivamente, na lista de cidades que oferece cultura, história e religiosidade para nossos visitantes”, comemora José Fernando.


Do total investido, R$ 8,5 milhões vieram da Anglo American – fruto de um termo de ajustamento de conduta (TAC) assinado pela empresa com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). O trabalho foi realizado pela Cantaria Conservação e Restauro, com supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).


Para o diretor de Assuntos Corporativos da Anglo American, Ivan Simões, a mineradora tem uma obrigação com o município. “Deixar esse legado para a comunidade é muito importante para nós. É uma emoção ver o brilho nos olhos de quem frequentou o templo no passado e hoje pode vê-lo vivo e reaberto para as novas páginas de sua história”, avalia Simões.


Conceição do Mato Dentro está distante 167 quilômetros de Belo Horizonte e é conhecida, também, como a capital do ecoturismo mineiro, praticado na Serra do Cipó. O acesso é feito pela rodovia MG-10, com duração aproximadamente de 2h50 de viagem. Para quem prefere o transporte coletivo, a opção é usar a linha oferecida pela Viação Serro com saída da Capital, em vários horários durante o dia.

Uma das vantagens oferecidas pela cidade é a proximidade do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, também na RMBH. A distância é de 130 quilômetros, o caminho também é feito pela MG-10. Uma outra maneira é se deslocar à rodoviária de Belo Horizonte para lá pegar o ônibus. Outra opção, mais rápida, é ir até o terminal rodoviário de Lagoa Santa (RMBH) e embarcar no ônibus já a caminho para Conceição do Mato Dentro.