Créditos: divulgação

Imagine participar de um programa de recompensas do qual o prêmio é receber de volta parte do valor empregado na compra dos mais variados tipos de produtos e serviços.

Além de boa, a ideia ainda estimula nas pessoas a realização do que pode ser chamado de “compra inteligente”. Essa é a visão de Dyego Joia, head do Meu Dim Dim, plataforma 100% brasileira que acaba de entrar em operação.

Joia conta que a ideia de um sistema de cashback (dinheiro de volta) totalmente brasileiro surgiu após observar o comportamento de consumo das pessoas e avaliar dificuldades enfrentadas por e-commerces em geral. O Meu Dim Dim nasce para atuar nas duas pontas: tanto com os consumidores quanto com os lojistas.

“Os consumidores vão ter retorno ao receber parte do dinheiro empregado em suas compras. Isso significa que se mantendo fiel à plataforma e às lojas on-line vinculadas a nós, o resgate de valores reais será cada vez maior”, explica o executivo.

Do lado das lojas on-line, o objetivo é contribuir com uma questão antiga e um dos maiores desafios do setor, que é ampliar a taxa de conversão. De acordo com o time do Meu Dim Dim, essa é uma das principais queixas dos e-commerces no Brasil. Isso porque a taxa de conversão média no comércio eletrônico brasileiro é de 1,6%.

“Quando se oferece um benefício ao consumidor, as chances de ele, de fato, realizar a compra, aumentam de maneira significativa”, avalia Joia.

De acordo com o executivo, foram necessários seis meses de trabalho intenso para desenvolver a plataforma do Meu Dim Dim. Até o momento, são 260 lojas participantes. No mix, há e-commerces de segmentos diversos.

Algumas das marcas participantes são Ponto Frio, Submarino e Lojas Renner.

Como aderir – Para fazer “compras inteligentes” e ter acesso aos benefícios que o Meu Dim Dim propõe, o consumidor precisa se cadastrar gratuitamente na plataforma e realizar todas as suas compras a partir dela.

No entanto, caso um usuário acesse qualquer uma das lojas participantes do programa de recompensa sem passar pela plataforma, seja por falta de hábito ou por esquecimento, verá um lembrete na página da loja on-line e poderá acessar o Meu Dim Dim por ele. Joia conta que os resgates dos valores em dinheiro acumulados pelos participantes poderão ser realizados a partir do valor mínimo de R$ 20.

“Queremos ser uma alternativa eficiente para que o consumidor faça suas compras de forma inteligente e, melhor ainda, ser um meio para que ele receba parte dos valores de volta para concretizar outras metas. Além disso, queremos levar uma solução competente ao e-commerce e auxiliar as lojas parceiras no aumento da conversão”, finaliza o executivo.

A expectativa da equipe do Meu Dim Dim é estar, no primeiro semestre de 2019, com cerca de 500 lojas participando do projeto de cashback e que elas consigam aumentar a taxa de conversão em 15%. Outra meta é ter pelo menos 100 mil consumidores cadastrados e auxiliar as pessoas a poupar perto de R$ 500 mil ao aplicar inteligência no momento de comprar on-line.