O estudo “Desempenho do Franchising Brasileiro – projeções 2018/2019”, divulgado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) nesta semana, trouxe o “Perfil das 50 Maiores Redes de Franquias no Brasil por unidades em operação”. A liderança permanece com a rede O Boticário.

Os números são reunidos a partir das informações disponibilizadas pelas redes no banco de dados da entidade, que audita eletronicamente a fidelidade dos dados. Assim, muitas vezes, empresas conhecidas não aparecem no ranking.

Foram 17 marcas que ultrapassaram a marca de mil unidades, fazendo com que o seleto clube crescesse 21%. O levantamento revela, ainda, o crescimento na participação dos segmentos Alimentação; Saúde, Beleza e Bem-Estar; Serviços e Outros Negócios; e Hotelaria e Turismo.
Isolada em primeiro lugar continua o grupo O Boticário, pertencente ao segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar, com 3.724 unidades; contra a rede AM PM Mini Market, no segmento de alimentação, com 2.493 unidades, na segunda posição.

Para a gerente de inteligência de mercado da ABF, Vanessa Bretas, merece destaque o crescimento do número mínimo de unidades e o fato de entres as dez primeiras do ranking, cinco pertencerem ao segmento de alimentação: em segundo lugar a rede AM PM Mini Market, com 2.493 unidades; em terceiro, McDonald’s, com 2289; em quarto, Cacau Show, com 2.232; em quinto, Subway, com 2.094; e em décimo, a rede BR Mania, com 1.231 unidades.

“Esse é um setor que tradicionalmente aparece muito bem colocado no ranking. Ele tem uma grande capilaridade e um bom poder de recuperação diante da crise”, avalia Vanessa Bretas.

Entre as marcas sediadas em Minas Gerais, a única ranqueada continua sendo a Localiza Hertz, em 25º lugar. A empresa que atua no segmento de serviços automotivos caiu de 574 unidades em 2017 para 522 no ano passado.

Considerando a lista como um todo, as redes que mais galgaram posições foram a Seguralta – Bolsa de Seguros (Serviços e Outros Negócios), do 17º para o 12º lugar, e a Acqio (Comunicação, Informática e Eletrônicos), do 21º para o 15º, a CVC Brasil, do 11º para o 8º, e a Chiquinho Sorvetes, do 30º para o 27º. Analisando-se apenas a variação de unidades, destaque para a Acqio (66%), Seguralta (26%) e CVC Brasil (17%).

Estrearam no rol das 50 maiores as redes Clube Turismo (Hotelaria e Turismo), em 26º, Hinode (Saúde, Beleza e Bem-Estar), em 29º, Help! Loja de Crédito (Serviços e Outros Negócios), em 40º e Jan-Pro (Limpeza e Conservação), no 44º lugar. A data de referência para compor o retrato das informações foi 28 de dezembro de 2018.

Pela primeira vez a ABF apresentou versões regionais do ranking. Foram feitos dois tipos de recortes: pela região sede da rede (considerando o seu total de unidades no Brasil) e pelo número de unidades em operação em determinada região. Nesta edição, foi identificada maior variedade de segmentos entre as dez maiores redes de caráter mais regional com volumes representativos de unidades.

A região Sudeste, pela força da sua economia, é líder absoluta do ranking. A região sedia 43 das 50 maiores franquias do País. O estado de São Paulo abriga 37 dessas marcas, Rio de Janeiro, 5; e Minas Gerais, uma. Entre as marcas, em primeiro lugar aparece AM PM Mini Market, com 2.493 unidades; em segundo, McDonald’s, com 2.289 unidades. E, em terceiro, Cacau Show, com 2232.

E também tem o maior número total de operações. Na região as líderes em número de unidades são: O Boticário, com 1.670; McDonald’s, 1.479; e Cacau Show, 1.112 unidades.