Aplicativo que permite aos interessados “encomendar” serviços de beleza vai chegar a BH - Divulgação

Assim como acontece com serviços de entrega de comidas e medicamentos, um serviço de “delivery de profissionais da beleza” está prestes a chegar a Belo Horizonte. Trata-se da plataforma Facily, que conecta os usuários aos profissionais do setor, possibilitando agendamento de horário, pagamento no crédito, tudo pelo aplicativo, que pode ser baixado gratuitamente. Os sócios à frente do negócio são executivos de grandes empresas de tecnologia como Facebook, SAP, Airbnb e Uber.

Os serviços que podem ser “encomendados” em casa são manicure, pedicure, unhas em gel, cabelo, design de sobrancelhas e depilação.

Criado há apenas quatro meses, o app já funciona em São Paulo e no Rio, e agora terá BH como sua terceira praça, a partir do próximo dia 22. “BH é um mercado bastante importante para o Brasil, e, especificamente na área de beleza, há pesquisas que mostram que Minas Gerais consome esses serviços com mais frequência do que o resto do Brasil”, conta o CMO da Facily, Luciano Freitas.

Em São Paulo, o app já oferece outros tipos de serviços, como entregas de comidas, e a ideia é, aos poucos, ir agregando mais mercados também em Belo Horizonte. O plano de expansão da startup compreende atingir todas as capitais do Brasil, sendo que a próxima provavelmente será Porto Alegre.

Preços tabelados – Para usar o aplicativo, basta selecionar o serviço que deseja, local de atendimento (casa ou trabalho do solicitante, por exemplo) e horário. A solicitação é gerada para os profissionais cadastrados e aquele que tiver disponibilidade confirma o atendimento, assim como acontece com os aplicativos de transporte. Os preços dos serviços são tabelados e, depois de prestados, são cobrados no cartão de crédito, via aplicativo.

O profissional também não paga para se credenciar na plataforma, mas 30% de cada serviço que ele finaliza vai para a Facily, e é daí que vem a receita do negócio. O workshop de treinamento para os profissionais interessados em se credenciar na plataforma começa uma semana antes da liberação do aplicativo em BH. Todos os potenciais parceiros precisam passar pelos processos de qualificação e testes de segurança abrangidos no workshop, que é gratuito.