CREDITO:ALISSON J. SILVA/Arquivo DC

São Paulo – O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) suspendeu exportações de carne bovina do País à China, após a confirmação de um caso atípico da doença de “vaca louca” em Mato Grosso, afirmou ontem o representante de uma importante empresa exportadora.

A suspensão é uma medida preventiva, que atende ao protocolo sanitário entre os dois países, segundo a pessoa, que falou na condição de anonimato, porque não está autorizada a dar entrevistas.

A medida acontece em um momento em que frigoríficos brasileiros confiavam na expansão do número de plantas autorizadas a vender para a China.

A fonte disse que os exportadores foram formalmente informados pelo governo sobre a suspensão na manhã de ontem.

Retomada – No fim do dia, o ministério da Agricultura confirmou a suspensão de exportação de carne bovina à China.

Segundo nota do ministério, a expectativa é de que vendas de carne bovina para os principais clientes do Brasil sejam retomadas em breve, pois a suspensão é “protocolar e não de risco sanitário”. (Reuters)