O segmento voltado para os equipamentos cresceu cerca de 34% nos últimos três anos - Divulgação

A oportunidade de fazer aquisições planejadas de máquinas e equipamentos e a necessidade de tornar a atividade rural cada vez mais competitiva são fatores que podem impulsionar os investimentos no campo. Para atender a esta demanda, a Porto Seguro Consórcio lançou uma modalidade de consórcio englobando veículos pesados e maquinário agrícola. A expectativa em relação à modalidade é positiva. Além da maior facilidade oferecida ao produtor rural para adquirir máquinas, veículos pesados e equipamentos, que geralmente têm maior valor de mercado, as estimativas positivas em relação às produções agrícolas e pecuárias devem manter as intenções de investimentos do setor.

De acordo com a gerente de marketing de produto e treinamento da Porto Seguro Consórcio, Bruna Norte, a modalidade é voltada para a aquisição planejada de caminhões, ônibus, tratores, máquinas e implementos agrícolas, rodoviários e construção civil. O consórcio não tem taxa de adesão e está disponível para pessoas físicas e jurídicas.

Bruna ressalta que antes de lançar o novo produto foram feitas diversas pesquisas em busca de novidades para o mercado. Ao longo dos estudos, foi constatado que a modalidade voltada para a aquisição de máquinas agrícolas, equipamentos e veículos pesados manteve um bom crescimento nos últimos três anos, algo próximo a 34%. Além disso, é o segmento que tem tíquete médio mais alto. Enquanto nas demais modalidades a média de mercado varia entre R$ 40 mil e R$ 50 mil, os veículos pesados apresentam um valor médio de mercado entre R$ 100 mil e 155 mil.

“Com base nas pesquisas e no mercado promissor, decidimos que a modalidade seria a primeira a ser lançada dentre vários outros produtos que a empresa pretende disponibilizar para o mercado. O setor agropecuário será um dos beneficiados, já que o consórcio inclui caminhões, ônibus, máquinas, implementos e tratores, por exemplo”, explicou Bruna.

As expectativas em relação ao mercado são positivas. Para despertar o interesse dos consumidores a empresa oferece alguns diferenciais. No consórcio de veículos pesados e maquinário agrícola da Porto Seguro a taxa administrativa é considerada competitiva e o prazo é de até 120 meses para pagamento. Com o maior prazo, já que a média de mercado é de 100 meses, as parcelas têm valores menores ao longo do plano, o que facilita a aquisição.

O valor das cotas varia de R$ 150 mil a R$ 300 mil, com parcelas mensais a partir de R$ 1.503, já contemplando taxa administrativa, fundo de reserva e seguro de vida. O primeiro grupo do consórcio será composto por 360 participantes.

“O consórcio é uma forma de o consumidor programar os investimentos. No caso do produtor rural, ele poderá planejar de forma inteligente a compra e a troca de veículos pesados e de máquinas por equipamentos mais modernos. Com o maior prazo para pagamento também pensamos em atender o pequeno produtor, que terá acesso a parcelas de valores menores e com um prazo mais longo para quitar”.

Região – Em Minas Gerais, a maior adesão ao consórcio deve acontecer na região do Triângulo, onde está concentrada boa parte da produção agrícola e pecuária, como as culturas da soja, do milho, da cana-de-açúcar, do café e a pecuária.

“Minas Gerais está entre as quatro principais regiões de crescimento dos consórcios. Por isso, vamos investir na equipe de trabalho para atender a demanda”, disse Bruna.