Crédito: Alisson J. Silva / ARQUIVO DC

Seguindo a tendência de alta nacional, o preço médio de locação residencial em Belo Horizonte registrou aumento no mês de maio na variação acumulada em 12 meses. A alta nominal de 6,33% apontada pelo Índice FipeZap de Locação Residencial apresentou variação superior à dos preços na economia brasileira nos últimos 12 meses, que foi de 4,66% segundo o IPCA (IBGE). No País, o Índice FipeZap acumulou alta nominal de 3,50% no mesmo período.

O economista da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), Bruno Oliva, explica que, após um crescimento muito rápido entre 2009 e 2011, houve uma acomodação natural dos preços de locação a partir de 2014 e esse movimento se tornou mais intenso devido à crise econômica que começou em 2015, resultando em uma queda bastante acentuada dos preços de locação até meados de 2018.

Na avaliação de Oliva, a alta registrada atualmente se deve a uma retomada ainda tímida da economia que reflete primeiro no preço de locação e deve influenciar também no preço de venda.

“O que observamos é uma mudança de dinâmica com relação ao mercado. Uma lenta recuperação econômica reverteu a tendência de locação para um valor positivo em termos nominais e até o final do ano deve ser positiva em termos reais também”, afirma.

Nos cinco primeiros meses de 2019, o Índice FipeZap acumulou alta de 2,15% na capital mineira. A variação acumulada do Índice foi quase igual à inflação ao consumidor de 2,22% calculada pelo IPCA (IBGE) no mesmo período. No Brasil, até maio deste ano, o índice aumentou 3,07%, resultado intermediário à inflação medida pelo IPCA.

No entanto, o economista ressalta que se não houver uma retomada mais significativa no cenário econômico, a tendência é de que os preços de locação residencial se mantenham um pouco acima da inflação, sem grandes mudanças em relação ao que tem sido registrado nos últimos meses.

“Ainda há uma incerteza grande sobre os rumos da economia e caso aconteça uma reversão desse quadro econômico no segundo semestre, talvez os preços voltem um pouco mais rápido”, comenta.

Preço médio – Os dados divulgados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) mostram ainda que o preço médio de locação residencial em maio de 2019 foi de R$ 28,79/m² entre as 25 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap.

Considerando as 11 capitais, o preço médio de locação em Belo Horizonte no mês de maio foi de R$ 21,60/ m², enquanto São Paulo se manteve como a capital com o preço do m² mais elevado (R$ 38,17/m²), seguido pelo Rio de Janeiro (R$ 30,67/m²). Entre as capitais monitoradas com menor valor médio de locação residencial no último mês analisado, estão Goiânia (R$ 16,43/m²), Fortaleza (R$ 16,49/m²) e Curitiba (R$ 18,88/m²).