Suchodolski citou oportunidades viabilizadas por meio de PPPs - Crédito: Divulgação

O presidente do BDMG, Sergio Gusmão Suchodolski, foi um dos palestrantes da 49ª reunião ordinária da assembleia geral da Associação Latino-Americana de Instituições Financeiras para o Desenvolvimento (Alide), realizada de 20 a 22 deste mês, em Madri, na Espanha. Ele apresentou as principais ações do banco para fomento da inovação e do desenvolvimento sustentável em Minas Gerais, destacando a experiência do banco em buscar parcerias para projetos que promovam o crescimento da economia mineira.

O encontro reuniu lideranças de grandes instituições financeiras de fomento de diversos países para compartilhar experiências e discutir novas possibilidades de cooperação e financiamento.

Suchodolski ainda detalhou as iniciativas do banco que estão em consonância com Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) e afirmou que o BDMG está buscando novas alternativas de financiamento para essas áreas.

“Estamos crescendo a nossa carteira de sustentabilidade e de inovação e buscamos parceiros para levar recursos para Minas Gerais”, disse aos participantes.

Tais ações fazem parte da Agenda 2030 que tem como objetivo a adoção de medidas urgentes e transformadoras para o desenvolvimento sustentável no planeta. O BDMG está trabalhando para ficar cada vez mais alinhado a essa agenda e atualmente emprega recursos em iniciativas que estão em sintonia com os ODS nas áreas de Indústria, Inovação e Infraestrutura; Cidades e Comunidades Sustentáveis; Fomento à Agricultura e Emprego Digno e Crescimento Econômico. Além disso, o presidente do BDMG avalia que há oportunidades nas áreas de energias renováveis, saneamento e resíduos, cidades inteligentes e apoio à micro e pequenas empresas.

Parcerias público-privadas – Suchodolski também citou as oportunidades viabilizadas por meio dos modelos de estruturação de PPPs (parcerias público-privadas), concessões e os principais desafios para viabilizar economicamente tais projetos.

“O BDMG está em busca de parceiros para financiamento da infraestrutura municipal, seja via municípios ou projetos de concessão e PPPs. Buscamos parceiros estratégicos para atuação em PPPs, sobretudo em iluminação pública, para financiamento de estudos e projetos técnicos”, afirmou.

O presidente do banco mineiro ressaltou, ainda, o empenho da instituição e de seus colaboradores em criar cenários de oportunidades de cooperação com companhias inovadoras, além de investir na transformação digital como estratégia de expansão da atuação do banco. O BDMG foi o primeiro banco de desenvolvimento brasileiro a adotar um modelo on-line de concessão de crédito – a plataforma BDMG Digital.

Durante o evento, Suchodolski também realizou uma série de reuniões com representantes de instituições financeiras internacionais, como KFW, Cofides e CAF. O objetivo dos encontros foi discutir parcerias e acordos de cooperação que viabilizem recursos para investimentos em Minas Gerais.

A 49ª reunião ordinária da Assembleia Geral da Alide tem como objetivo o compartilhamento de experiências e cooperação financeira na América Latina e no Caribe. A Alide é organizada pelo Instituto de Crédito Oficial (ICO), com o patrocínio da Agência Espanhola de Cooperação para o Desenvolvimento (AECID) e outras instituições.