Imagem: Pxhere

Com vendas estáveis no mês de outubro de 2018, os supermercados mineiros atingiram a projeção de crescimento de 2,8% para o ano, somente no acumulado dos últimos 10 meses. O Termômetro de Vendas divulgado ontem pela Associação Mineira de Supermercados (Amis) mostrou que, até outubro, o setor supermercadista em Minas teve expansão de 2,83% nas vendas em relação ao mesmo período do ano anterior.

Em 2017, o faturamento do segmento foi de R$ 34,75 bilhões no Estado, fechando o ano com um crescimento de 2,29%. O superintendente da Amis, Antônio Claret Nametala, ressalta que o resultado de outubro deste ano revela um desempenho bem melhor do que o do ano anterior, quando o acumulado no mesmo período era de 2,14%.

“Se não tivermos surpresas em novembro e dezembro, devemos fechar o ano com desempenho melhor que os 2,8% previstos. Viemos num crescimento gradativo desde que a crise começou e o contexto está bem desenhado, com inaugurações e geração de postos de trabalho em andamento”, afirmou.

Ainda de acordo com a pesquisa da Amis, as vendas permaneceram praticamente estáveis na comparação com setembro deste ano, registrando avanço de 0,12%. Já em relação a outubro de 2017, houve crescimento de 3,92%.

Embora no ano passado tenha acontecido o contrário, Claret pontua que o mês de outubro normalmente supera setembro em vendas. A expectativa dos empresários era de um desempenho melhor, o que não aconteceu devido a fatores como os dois domingos da eleição, quando foi proibida a venda de bebidas alcoólicas e um final de semana a menos em outubro na comparação com setembro.

Para o Natal de 2018 a previsão é de crescimento de 2,5% em relação ao ano anterior, quando o aumento nas vendas foi de 2,17%. A estimativa é de 3.300 novos empregos temporários diretos no setor. “Temos uma expectativa positiva em relação a esse período e também esperamos alcançar um crescimento ainda maior em 2019”, completou Claret. (ACD)