O evento, que deve reunir 30 mil visitantes, é um dos três principais do setor cafeeiro do mundo - Divulgação

Maior estado produtor de café do Brasil, Minas Gerais sedia, de 7 a 9 de novembro, a Semana Internacional do Café (SIC). O evento, que está entre os três principais do setor cafeeiro do mundo, deve movimentar em torno de R$ 60 milhões em negócios e receber cerca de 30 mil visitantes. Considerada uma importante vitrine para a produção cafeeira, a SIC reúne toda a cadeia produtiva, sendo um momento fundamental para a divulgação dos cafés, promoção de negócios, investimentos e capacitação. O evento será no Centro de Feiras e Exposições George Norman Kutova (Expominas), em Belo Horizonte.

De acordo com o diretor da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e presidente das Comissões de Cafeicultura da Faemg e da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita, as expectativas em relação à SIC são positivas. Além de reunir toda a cadeia do café e fomentar a divulgação do café mineiro e nacional, a produção do grão na safra atual apresentou alta qualidade, o que deve estimular os negócios ao longo do evento e favorecer o cafeicultor.

“A visibilidade nacional e internacional promovida pela Semana Internacional do Café vem nos surpreendendo a cada edição. Nosso orgulho em realizar a SIC é muito grande, uma vez que o evento vem se consolidando como uma grande feira de negócios, onde os compradores nacionais e internacionais têm contato direto com os cafeicultores, promovendo uma negociação direta e sem atravessadores, o que é fundamental para a melhor renumeração dos produtores. Com todos os resultados positivos registrados nos últimos anos, a SIC está entre os três maiores eventos do café em nível mundial”, explicou Mesquita.

Durante a SIC é esperada a participação de mais de 30 mil pessoas. Todos os estandes da feira já foram comercializados e a expectativa é superar as 141 empresas participantes da edição anterior. Estarão presentes na área de estandes de produtores rurais, cooperativas, torrefadores, exportadores, varejistas, empreendedores, food service e baristas. A expectativa é movimentar mais de R$ 60 milhões em negócios. No ano passado somente as comercializações iniciadas na feira somaram R$ 35 milhões.

Eventos e premiações – Com ampla programação, a SIC terá diversos eventos simultâneos. Entre eles estão encontros, seminários, cursos, concursos e sessões de cupping (prova de cafés). Nos três dias de Semana Internacional de Café, toda a cadeia produtiva, incluindo produtores, torrefadores, baristas, especialistas e consumidores poderão conhecer as novidades voltadas para a produção e mercado cafeeiro.

Durante o evento, também serão eleitos os melhores cafés do Brasil na safra atual, premiação que ocorre dentro do concurso Coffee of the Year Brasil. Nesta edição do certame, com uma safra de alta qualidade, foram recebidas cerca de 400 amostras de café, que irão ser avaliadas, classificadas e premiadas. No ano passado, as inscrições ficaram em torno de 200 amostras.

“A safra deste ano está com uma qualidade diferenciada e os produtores estão negociando a preços mais valorizados. A SIC será mais uma oportunidade para que o produto apresente a safra, conheça compradores e faça bons negócios. A SIC agrega valor ao café. Tivemos notícias de que café campeão do ano passado está sendo negociado a R$ 88 em embalagens de 250 gramas. O produtor agregou valor e isto desperta o interesse dos demais em investir na produção de qualidade e participar dos concursos”.

Outro destaque do evento é o Simpósio DNA Café 2018, onde os atores da cadeia cafeeira nacional e internacional irão debater tendências, desafios e ações para o futuro do mercado de café mundial. Os encontros são realizados em formato de mesas redondas, com representantes de diversos setores e mediadores.

Durante o Fórum da Cafeicultura Sustentável 2018, os principais profissionais do setor debaterão ações sustentáveis da cafeicultura e os próximos passos para o desenvolvimento das gerações futuras.

Haverá também uma Cafeteria Modelo, que será direcionada ao mercado de food service. A atração conta com capacitação técnica para empreendedores e orientação em planejamento de negócios. Oferece também workshops práticos, com conceituados profissionais brasileiros, sobre o preparo de espressos e drinques, leite com café, torra, degustações e os mais diferentes métodos de preparo da bebida.

Outros eventos simultâneos que farão parte desta edição da SIC serão os mundiais de barista World Coffee in Good Spirits Championship (drinques alcoólicos com café), World Latte Art Championship (desenho no café com leite), World Brewers Cup (preparo de café) e World Cup Tasters Championship (prova de café) organizados pela World Coffee Events e em parceria com a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA).

A Semana Internacional do Café é uma iniciativa do Sistema Faemg, Café Editora e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae).