Zahr afirma que a holding só inicia as franquias após um período de testes - Foto: Arnaldo Mussi

Oferecer atendimento médico e odontológico de qualidade e ainda uma boa oportunidade de negócio para potenciais investidores, fizeram a holding SMZTO colocar em seu guarda-chuvas as franquias OdontoCompany e PartMed. Com rigorosos planos de expansão, as duas marcas devem crescer no próximo ano cerca de 40% e 80% em seus faturamentos, respectivamente.

Atuando nas duas frentes da saúde, a SMZTO decidiu esperar cerca de quatro anos antes de franquear as marcas, para estudar os negócios e analisar os resultados das clínicas pilotos.
“Dentro da nossa holding, só começamos um negócio após pelo menos três ou quatro anos de estudo, para ter experiência e certeza de que se trata de um bom negócio, de que vai prosperar. A primeira unidade da PartMed, por exemplo, foi inaugurada em 2014 como teste e só começamos a franquear em março do ano passado”, explica o fundador das duas redes, Paulo Zahr.

A OdontoCompany já tem 500 unidades comercializadas no País, sendo 340 em operação. Só em Minas, são 32 unidades abertas e mais 25 contratos assinados. Até o final do ano, o Estado deve chegar a 60 unidades inauguradas, seguindo a meta de abrir duas a quatro unidades mensais. O investimento por franquia é entre R$ 130 mil e R$ 300 mil e o prazo de retorno é de até 18 meses.

“Trata-se de uma rede de clínicas odontológicas que está entre as cinco maiores do mundo e oferece um tratamento odontológico multidisciplinar, com o diferencial de possibilitar aos clientes de menor renda o acesso à alta tecnologia”, conta.

Ao todo, a rede conta com 7 mil dentistas, 3.500 colaboradores diretos entre recepcionistas e auxiliares e gera outros 5 mil empregos diretos.

Medicina – Já a PartMed é uma rede de clínicas médicas que nasceu com o objetivo de acolher a demanda por serviços de saúde para quem não tem como arcar com os planos e nem enfrentar longas filas para atendimento. Ao todo, são 120 unidades no País, três delas, em Minas Gerais e outras 12 a serem inauguradas no Estado.

“A rede foi criada para acolher estas pessoas que demandam uma medicina mais avançada com um preço também mais acessível para fugir dos planos de saúde fictícios, por exemplo, que é quando você precisa de uma consulta e não consegue fazê-la. As clínicas da PartMed estão preparadas para oferecer todos os serviços médicos em todas as especialidades, exames laboratoriais e de imagem. Manter todos os especialistas em um mesmo teto é bom para o nosso principal público alvo. A grande maioria dos nossos clientes tem mais de 50 anos, e ao invés de ficarem indo em mais de um médico, cada um em um lugar diferente, eles podes resolver tudo, inclusive os exames, em um mesmo lugar, com os médicos sabendo as receitas e exames já passados pelos outros”, explica Zahr.

O investimento por unidade é em torno de R$ 180 mil e o prazo de retorno é de até 18 meses. A rede conta com o total de 1.200 médicos, 300 funcionários e cerca de 1.000 profissionais na área de exames.

“Nosso projeto de expansão para ambas as redes viabiliza a projeção de aumentar o faturamento, de gerar receita e de resolver os problemas de quem não tem acesso a uma medicina qualificada. Além disto, visa dar a oportunidade segura para quem quer ter um negócio e procura por uma empresa sólida e com respaldo do mercado para investir com responsabilidade”, conclui.