Créditos: Xande e Mel

Agradar as crianças com um lanche saudável não é, exatamente, uma tarefa fácil. Para dar aos pais e educadores tranquilidade na hora de alimentar os pequenos, a rede especializada em kits e lanches escolares, Snack Saudável, aposta na homologação de fornecedores e na regionalização dos cardápios.

O plano da empresa é ampliar a atuação em Minas Gerais. Para isso, acaba de inaugurar sua mais nova franquia em Mariana, na região Central. O plano de expansão contempla ainda a abertura de mais cinco operações no Estado até o final do ano.

Atualmente, são três unidades na Capital, além da recém-inaugurada na cidade histórica. Em cerca de 60 dias, será inaugurada a quinta unidade, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

De acordo com a diretora da marca, Larissa Souza, para receber uma unidade a cidade precisa ter potencial de compra desse tipo de produto. São levados em consideração o número de estabelecimentos de ensino e seu perfil.

“O que chamou nossa atenção no caso de Mariana é que, apesar das notícias contraditórias que ainda falam de uma cidade arrasada (por conta do rompimento da barragem de rejeitos da mina de Fundão, em 2015), ela está inteira e com uma vida ativa. No nosso negócio interessa a população local, mas temos também a missão de ajudar a recolocar Mariana no lugar que é dela, com desenvolvimento e com as pessoas conhecendo esse patrimônio”, explica Larissa Souza.

Já estão em negociação unidades em Juiz de Fora, na Zona da Mata; Conselheiro Lafaiete, na região Central e outra em Belo Horizonte.

Além de capacidade financeira para investir R$ 82 mil no negócio, o candidato a franqueado precisa ter disponibilidade para se dedicar inteiramente ao negócio. A maior parte dos atuais parceiros é mãe que se preocupava com a alimentação dos filhos e ao mesmo tempo buscava uma oportunidade para ser empreendedora.

“A pessoa tem que se dedicar ao negócio, não nos interessamos tanto pelo perfil investidor. É um trabalho muito personalizado. Temos muitas mães que queriam estar mais presentes dentro de casa e estavam a procura de uma oportunidade. Elas entendem o problema das outras mães, a dificuldade de fazer um cardápio nutritivo e que a criança coma. Criança não tem preocupação de agradar, se ela não gosta ela não come e isso complica tudo”, pontua a diretora da Snack Saudável.

A operação faz entregas diárias dos lanches para os alunos, um pouco antes do intervalo das aulas. Os kits são preparados sem adição de conservantes ou corantes, além de valorizar os produtos de cada estação, para ampliar as variedades das merendas. Todo cardápio é elaborado por nutricionistas, que pensam em cada detalhe das refeições para os clientes.

“O cardápio é regional. As opções de carboidrato são sempre algo que a criança gosta, mas não industrializado. Para isso, promovemos uma alimentação saudável, fazemos bolo artesanal, suco natural, frutas da estação, por exemplo. Também homologamos fornecedores para garantir a qualidade. Temos um catálogo que normatiza os produtos e estamos negociando para ter um fornecedor único”, afirma a executiva.