As festas de fim de ano estão chegando e, com elas, a projeção de aumento de vendas em setores diretamente envolvidos com alimentação e presentes.

Nas padarias mineiras, a projeção é de um aumento de 15% nas vendas no mês de dezembro, sobre o mesmo período do ano passado, segundo o Sindicato e Associação Mineira da Indústria de panificação (Amipão). Já nos supermercados, a aposta é de que as vendas ocasionadas pelo Natal sejam 2,5% superiores ao mesmo período do ano passado, de acordo com pesquisa da Associação Mineira de Supermercados (Amis) com 120 empresários em todo o Estado. O otimismo tem como causa o aumento da demanda por produtos típicos do Natal: panetones, encomendas de ceias natalinas e bebidas, entre outros.

Para atender bem o cliente e lucrar no fim do ano, os empresários já estão preparados. À frente da rede de padarias Ping Pão, o empresário Vinícius Dantas enxerga a época como uma grande oportunidade. “Ornamentamos as lojas e estamos oferecendo produtos natalinos com foco em pequenas lembranças, combinação de cervejas especiais, conjuntos, lembrancinhas gourmets, tanto para aqueles que gostam de presentear com itens de gastronomia quanto para os clientes que deixaram as compras de Natal para última hora”. O empresário, que também é presidente da Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amip), entidade que compõe a Amipão, elege entre os itens mais procurados os pães artesanais e os panetones gourmet. “Nosso panetone de amêndoas é o sucesso da linha natalina”, destaca Dantas.

Aproveitando a demanda do consumidor que não tem tempo para produzir uma ceia completa ou que busca praticidade para enriquecer os encontros de fim de ano, as padarias também se dedicam nesta época na oferta de cardápios variados de ceias, com entradas, pratos principais e sobremesas, a preços variados. “O segmento está se movimentando para fornecer produtos natalinos com qualidade e valor agregado. A época traz ótimas oportunidades de aquecer os negócios”, afirma o presidente do Sindicato da Indústria da Panificação de Minas Gerais (SIP), entidade que também compõe a Amipão, José Batista de Oliveira.

A rede de supermercados e padarias Verdemar aposta nas famosas Cestas de Natal, que apresentam múltiplas possibilidades de presentes para todos os gostos, além de diversos produtos nacionais e importados – muitos deles exclusivos – com a qualidade reconhecida do Verdemar. “O Natal é uma data extremamente importante para o comércio e o mês de dezembro é muito especial para o Verdemar. Sempre nos preparamos, ao máximo, para a data e a nossa expectativa para as vendas é a melhor”, afirma o gerente de importados da rede, Alexandre Ségur. As cestas do Verdemar possuem de 28 a 60 itens entre vinhos, cervejas, destilados especiais, produtos de mercearia, bomboniere e frutas secas, com valores que vão de R$ 66,98 a R$ 2.998,90, dependendo do tipo e dos produtos contidos em cada uma delas.

Na padaria Verdemar, são diversas roscas natalinas, rabanadas, pratos para compor a ceia e os clássicos panetones: os tradicionais e com gotas de chocolate (que são produzidos durante todo o ano); os especiais (Clássico Italiano, Premium, Light e Integral); os trufados (Maracujá, Café, Dueto, Tradicional, Brigadeiro, Bem-Casado e Prestígio); além dos minipanetones (tradicional, com gotas de chocolate e sem glúten) e os panetones salgados, em quatro deliciosos sabores.

Natal premiado – Para aguçar ainda mais o interesse dos clientes nos produtos panificados, a Amipão está promovendo mais uma edição de sua campanha de Natal “Compre e Concorra”. Cerca de 60 padarias de Belo Horizonte, região metropolitana e do interior do Estado aderiram à campanha. Nas padarias participantes, a cada R$ 20 em compras, incluindo um produto de fabricação própria, o cliente receberá um cupom para concorrer a um carro Renault Kwid Life 0Km e 12 cafeteiras Três Corações.

A promoção será realizada de 13 de novembro a 25 de dezembro. O sorteio será no dia 28 de dezembro, às 18 horas, na sede da Amipão. A lista das padarias participantes e outras informações podem ser encontradas no site www.amipao.com.br.