Faz parte da estratégia da empresa centralizar a produção com a distribuição em algumas áreas do País / Foto: Divulgação

A Unilever vai expandir as operações da fábrica de Pouso Alegre, no Sul de Minas. Com investimentos de R$ 127 milhões, a multinacional vai transferir para o município a produção da planta de Goiânia (GO), que engloba a produção de maioneses das marcas Hellmans’s – produzida na cidade mineira até 2006 – e Arisco. A previsão é de um faturamento adicional de R$ 290 milhões em 2019 e R$ 1 bilhão a partir de 2020.

As informações foram confirmadas pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Dino Frascecato. Segundo ele, as obras já começaram e as atividades serão iniciadas em abril do ano que vem. De maneira complementar, existe a previsão da criação de 350 novos empregos diretos e indiretos.

“A Unilever foi a primeira indústria a se instalar no município, ainda em 1975, com o nome de Refinações de Milho Brasil. De lá para cá, se manteve em destaque e se consolidou como a empresa que mais fatura na cidade, com cifras acima de R$ 3 bilhões por ano. Número este que, com a expansão da planta, vai passar para R$ 4 bilhões a partir de 2020”, ressaltou Frascecato.

Tanto que, conforme o secretário, a empresa representa pelo menos 10% de tudo o que a Prefeitura de Pouso Alegre recebe em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), principal fonte de arrecadação do município.

Atualmente, a Unilever Brasil produz em Pouso Alegre caldos e sopas (Arisco e Knorr), bebidas à base de soja (AdeS) e temperos em pó. Com a expansão, a linha de maionese Hellmann’s volta para o munícipio e passam a serem produzidos também molhos para salada, mostarda, catchup, temperos em pó e pasta, sobremesas Cart D’or e food solutions. Além da fábrica, a empresa mantém no município um dos seus principais centros de distribuição (CD).

Conforme a multinacional, faz parte da estratégia da empresa centralizar a produção com a distribuição em algumas áreas do País e isso levou a expansão da unidade mineira. “Um dos lugares escolhidos, pelas condições que a cidade oferece é exatamente Pouso Alegre”, afirmou o vice-presidente da Cadeia de Suprimentos da companhia, Renato Miatello, na ocasião da assinatura do protocolo de intenções junto à prefeitura local.

Segundo ele, critérios como localização, geografia, facilidade de acesso e proximidade com grandes centros consumidores, disponibilidade de energia e qualidade de mão de obra também pesaram na escolha.

“Estamos presentes em Pouso Alegre há muitos anos e nossa relação com o município é bastante consolidada. O próprio site nos oferece uma infraestrutura adequada, além da mão de obra local que é altamente qualificada”, completou Miatello.

O vice-presidente da Unilever disse ainda que o investimento será realizado com capital próprio e que, apesar da crise vivida pelo País nos últimos anos, a empresa segue investindo e apostando nos potenciais de cada região. “No ano que vem completaremos 90 anos e apresentaremos um plano de investimentos bastante robusto para os próximos exercícios e isso, obviamente, inclui Minas Gerais”, revelou.