Comida mineira bem elaborada é carro-chefe no restaurante Villa Rural - Divulgação

Inaugurado em 1994, pelo carioca Aluísio Escobar, o restaurante Villa Rural começa uma nova fase. Localizado na Rodovia MG-010 (Linha Verde), Km 26,5, em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), abre as portas também para o público corporativo e eventos sociais e amplia o atendimento para o período da noite.

“Entendemos que é preciso diversificar o público. Desde 2014, os restaurantes vêm sofrendo muito com a queda no número de clientes. Já tive 40 funcionários e hoje tenho 17. Fui obrigado a cuidar mais dos processos, garantir a qualidade gastando menos. Então, agora que meus filhos estão assumindo os negócios, vislumbramos essa possibilidade. O Vetor Norte é carente de espaços assim. Estamos entre a Cidade Administrativa e o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, o que é uma localização privilegiada para eventos corporativos e sociais”, explica Escobar.

Para receber esse público, não foram necessários investimentos importantes. Uma antiga sala de pôquer foi reconfigurada para abrigar reuniões e cursos. Climatizada e com estrutura para áudio e vídeo, comporta até 100 pessoas. Se necessário, pontos do salão do restaurante podem ser isolados e transformados em ambientes de reunião.

A casa, que comporta até 260 pessoas confortavelmente instaladas no salão, tem na comida mineira contemporânea o seu carro-chefe. No comando das panelas, o chef Yuri Escobar propõe inovações que têm como objetivo não apenas reler, mas valorizar a tradicional culinária mineira.

Assim, o extenso bufê servido sobre o fogão a lenha oferece iguarias como a costelinha ao molho de doce de leite, ao lado do mais tradicional feijão-tropeiro. Do outro lado, uma seleção de doces típicos, acompanhada pelo legítimo Queijo Minas Frescal, completa a farra gastronômica, que não dispensa uma cachacinha para os apreciadores e uma oferta de petiscos, produtos artesanais como linguiças e queijos e um cafezinho com rapadura, ao final.

“Além de abrir a casa por mais tempo, lançamos o nosso serviço de bufê. Assim, podemos levar as delícias da nossa cozinha para eventos externos. A pessoa escolhe o cardápio e vamos até a casa ou empresa servir. Essa é mais uma inovação proposta pelos meus filhos. Eles se prepararam para assumir o restaurante e agora quero só aproveitar. O problema é conseguir não dar palpite”, confessa o empresário.

Irmãos – Além de Yuri, na cozinha, o restaurante agora conta com a administração do outro irmão, Igor Escobar. Formado em Administração e pós-graduado em Finanças, é o responsável por gerenciar o Villa Rural, tanto no setor de compras quanto para garantir que as novidades lançadas por ele e seu irmão no bufê cheguem ao público através das redes sociais. Igor também é formado em Gastronomia e tem uma empresa de personal chef, a Fratelli.

“Compreendi que para administrar o restaurante precisava conhecer os processos. Não poderia dizer que determinado insumo está sendo desperdiçado se não sei como usá-lo, por exemplo. Queremos ressaltar esse espírito mineiro. a cultura gastronômica de Minas é muito rica, os turistas de fora ficam encantados com a nossa fartura de ingredientes”, ressalta o administrador.