Restaurante, antes na Serra da Moeda, agora fica em Nova Lima - Crédito: Divulgação

De acordo com relatório publicado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no ano passado, de cada quatro empresas abertas, uma fecha antes de completar dois anos de mercado. Diante desse índice alarmante, completar 15 anos é um feito que merece ser comemorado.

É assim que se sente a empresária Ludmila Tamietti, proprietária do restaurante Topo do Mundo, hoje localizado à rua Senador Milton Campos, 145, 2º andar, na Torre Alta Villa, no bairro Vila da Serra, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). A casa, que funcionou durante mais de 12 anos na Serra da Moeda, em Brumadinho, também na RMBH, se adaptou a um novo espaço, ganhou público nos dias de semana e vem se consolidando entre os clientes corporativos.

“Quando começamos, claro que o nosso objetivo era ter sucesso e durar muito tempo. Foram muitos desafios e a mudança de endereço foi um momento crucial. A grande satisfação hoje é ver uma marca forte construída. É sermos escolhidos pelas pessoas para viver um momento especial e figurarmos na memória afetiva de Belo Horizonte e região”, afirma Ludmila Tamietti.

A estrutura de 300 metros quadrados e capacidade para abrigar mais de 200 pessoas confortavelmente costuma receber almoços executivos para mais de 30 pessoas e se adapta a eventos corporativos como palestras e reuniões frequentemente. A demanda de clientes espontâneos, porém, ainda é o maior percentual de atendimentos. Para dar conta da tarefa são 18 colaboradores.

“A maior dificuldade de qualquer empresário atualmente é a mão de obra. No nosso setor a mão de obra qualificada anda escassa e temos que lapidar cada um, mostrando o que queremos. Outro problema é a rotatividade. Acredito que isso esteja ligado a uma mudança de comportamento dessa geração, muito menos apegada aos lugares. Eles chegam com muita energia, mas logo vão embora se outra coisa os atrair”, destaca.

Para o futuro a empresária prevê crescimento, mas prefere fazer tudo com muita calma, apesar das constantes consultas sobre a abertura de outras unidades e até de franqueamento da marca. Segundo ela, mais do que uma marca forte, o Topo do Mundo é um conceito complexo que exige mais do que uma bela vista para ser implantado. O cardápio elaborado pelo Chef Uamiri Menezes contempla ingredientes frescos, inspirados nos sabores regionais brasileiros e na culinária mundial.

“Não digo que nunca pensei nisso, mas não é uma coisa para agora. Consolidar a marca Topo do Mundo exigiu e segue exigindo muito trabalho. Toda cidade tem um mirante bonito, mas não é só isso. Além da vista privilegiada, não podemos abrir mão da qualidade da comida e do atendimento”, completa.