Crédito: Divulgação Verde Ghaia

O termo compliance está em alta. E não é à toa. Atualmente, organizações de todos os portes e segmentos buscam incorporar o termo, que significa estar de acordo e cumprir com todas as normas, requisitos, regulamentos e leis aplicáveis à atividade desempenhada por uma empresa.

Com o intuito de mobilizar a comunidade empresarial para a adoção de valores fundamentais e internacionalmente indicados às práticas de negócios, o Grupo Verde Ghaia, especializado em soluções para implementação de compliance nas organizações, lançou o Pacto de Integridade e Compliance pela Sustentabilidade (PICS).

A iniciativa oferece diretrizes para a promoção da ética e do crescimento sustentável por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras. “O PICS não é um instrumento obrigatório ou regulatório para fiscalizar políticas e práticas gerenciais. É uma ação voluntária para engajar as organizações a aderirem a uma jornada íntegra baseada na estruturação de compliance. Queremos estimular outras empresas a caminharem junto com a Verde Ghaia neste processo”, explica o CEO e sócio do Grupo Verde Ghaia, Deivison Pedroza.

Além de ser uma forma de conduta, o PICS é um investimento que amplia a competitividade dos negócios em um mundo em acelerada transformação. Antes mesmo do seu lançamento oficial, o pacto já conta com o apoio de dirigentes de mais de 84 empresas como Bayer, Cargill, Monsanto, Mondelez, Heineken Brasil, Accor, CPFL, Telefônica, Gerdau, Itatiaia, Renault, Sodexo, entre outras.

Ao fazerem parte do pacto, as organizações se comprometem com os cinco princípios básicos: Transparência, Equidade, Prestação de Contas, Responsabilidade Corporativa e Deliberação Ética.

Outros nove compromissos completam a iniciativa, são eles: Conformidade Legal, Transparência, Governança, Gestão de Riscos, Prevenção, Integridade, Anticorrupção e Antissuborno, Segurança da Informação e Auditória Periódica.

Para Pedroza, estar em compliance deve ser o objetivo de toda organização séria e ética. “Ao assinarem o PICS, as organizações se comprometem junto à comunidade e aos mais diversos stakeholders e shareholders de toda a carga de obrigações que lhes cabem nas mais diversas áreas. Dentre elas, ambiental, ocupacional, responsabilidade social, segurança na cadeia logística, gestão de energia, segurança de alimentos, antissuborno e anticorrupção”, enfatiza.

A iniciativa conta com o apoio do Programa de Parcerias de Investimentos do Governo Federal (PPI) e do Grupo Voto. Para aderir ao PICS as empresas devem entrar no site www.pactocompliance.com.br, baixar a carta de compromisso, submetê-la à assinatura do principal executivo da organização e preencher o formulário. (Da Redação)