COTAÇÃO DO DIA 22/01/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,4780

VENDA: R$5,4790

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,5070

VENDA: R$5,6470

EURO

COMPRA: R$6,6088

VENDA: R$6,6101

OURO NY

U$1.853,68Pg�

OURO BM&F (g)

R$ (g)

BOVESPA

-0,80

POUPANÇA

0,1159%%

OFERECIMENTO

Mercantil do Brasil - ADS

INFORMAÇÕES DO DOLAR

DC FRANQUIA
Página Inicial » DC FRANQUIA » Griletto inaugura restaurante em Pouso Alegre

Griletto inaugura restaurante em Pouso Alegre

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Já com 13 operações em Minas Gerais, nas cidades de Betim e Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH); Sete Lagoas, na região Central; Uberlândia, no Triângulo Mineiro; Varginha, no Sul de Minas; e na Capital, a rede Griletto inaugura uma unidade em Pouso Alegre, também no Sul de Minas. A marca pretende crescer 20% até o final do ano no Estado.

De acordo com o gerente de expansão da Halipar – que abriga também as marcas Croasonho, Montana Grill, e Jin Jin -, Jorge Mariano, Minas é o segundo maior mercado do Grupo Halipar e o crescimento no Estado é uma das prioridades no planejamento da holding. Belo Horizonte deve ganhar mais uma unidade Griletto ainda em 2019.

“Dizem que para saber se um negócio vai dar certo é preciso ter uma unidade em Minas Gerais. O que sabemos é que o Estado tem nos recebido muito bem e que ser forte aí é determinante para o sucesso das nossas operações. Hoje, a nossa maior aposta é na Região Metropolitana de Belo Horizonte”, explica Mariano.

O investimento médio para a abertura de uma unidade Griletto é de R$ 400 mil. O modelo é indicado para shopping centers e cada loja gera, em média, 14 postos diretos de trabalho. Atualmente, a rede tem 160 lojas.

O crescimento da rede acompanha os resultados do segmento de alimentação dentro do franchising brasileiro. Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), no primeiro trimestre de 2019, o setor faturou R$ 10,8 bilhões, 2,5% a mais do que no mesmo período do ano passado. A previsão para 2019 é de crescimento entre 8% e 10%.

“O setor de alimentação é o último a entrar na crise e o primeiro a sair. Isso é muito interessante especialmente para os candidatos franqueados que querem ter a sua primeira experiência no empreendedorismo. Trabalhamos um nicho de mercado que atende a população que precisa de uma alimentação rápida e barata, mas não quer abrir mão do sabor. Então são operações rentáveis em cidades com mais de 150 mil habitantes e que tenha um mall ou um espaço com praça de alimentação, como alguns hipermercados”, pontua o gerente de Expansão do Grupo Halipar.

Investimento em tecnologia de atendimento e maquinário faz parte da estratégia da rede para garantir um atendimento rápido e eficiente.

“As pessoas têm cada vez menos tempo. Perder 15 minutos a espera de um prato às vezes é muito tempo. Nossa equipe frequenta várias feiras ao redor do mundo para descobrir e trazer equipamentos e tendências para o Brasil. Outro ponto importante da nossa estratégia é a regionalização dos cardápios. Temos sempre um prato que conversa com a cultura local. Por isso não abrimos mão do tutu de feijão, inspirado em um dos clássicos mineiros”, completa o executivo.

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!