COTAÇÃO DE 05/03/2021

DÓLAR COMERCIAL

COMPRA: R$5,6825

VENDA: R$5,6835

DÓLAR TURISMO

COMPRA: R$5,6670

VENDA: R$5,8430

EURO

COMPRA: R$6,7719

VENDA: R$6,7732

OURO NY

U$1.698,69

OURO BM&F (g)

R$310,22 (g)

BOVESPA

+2,23

POUPANÇA

0,1159%

OFERECIMENTO

INFORMAÇÕES DO DOLAR

DC Mais

AGENDA CULTURAL | 15/06

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Crédito: Divulgação

MÚSICA

Blues – Irmão de Marco Antônio Araújo, Alexandre Araújo é um precursor do blues em Minas. Em sua trajetória completa 31 anos na estrada do velho e bom blues. Em 1988 criou a primeira banda de blues em BH intitulada Aeroblues. Alexandre Araújo Blues, formado pelo trio Alexandre Araújo (guitarra e vocal), Marcus Marangom (baixo), Luiz Moreira (bateria), se apresenta no Metrô Teresa Blues Festival.

PUBLICIDADE

Quando: 15 de junho (20h)
Quanto: R$ 10,00 (entrada até 21h) e R$ 15,00 (após 21h)
Onde: Metrô Teresa (rua Conselheiro Rocha, 2.627, Santa Tereza)

Clássica – Em concerto da série “Fora de Série”, a Filarmônica de Minas Gerais une música e mitologia. Sob regência do maestro Marcos Arakaki, a orquestra interpreta: As criaturas de Prometeu, op. 43: Abertura, de Beethoven; Prometeu, Poema sinfônico nº 5, de Liszt; Seis epígrafes antigas, de Debussy/Ansermet; Psiquê e Eros, de Franck; A bela Galateia: Abertura, de Suppé; Orfeu e Eurídice: Dança das fúrias, de Gluck; e Orfeu no Inferno: Abertura, de Offenbach.

Quando: 15 de junho (18h)
Quanto: R$ 46 (Coro) R$ 52 (Balcão Palco) R$ 52 (Mezanino), R$ 70 (Balcão Lateral), R$ 96 (Plateia Central), R$ 120 (Balcão Principal), Camarote par (R$ 140); meia-entrada para estudantes, maiores de 60 anos, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência
Onde: Sala Minas Gerais (rua Tenente Brito Melo, 1.090, Barro Preto)

CINEMA

Comédia – Considerado o “Charles Chaplin francês”, Jacques Tati destila um humor fino e crítico para questionar a modernidade. Com três curtas, sete longas e uma animação dirigidos e roteirizados pelo ator e cineasta francês, a mostra “Jacques Tati” reúne a filmografia completa do cineasta, com destaque para “Meu Tio” (1958) e “Playtime”, de 1967.

Quando: até 20 de junho
Quanto: entrada gratuita
Onde: Cine Humberto Mauro (avenida Afonso Pena 1.537, Centro)

Francês – O Festival Varilux de Cinema Francês exibe 17 obras, incluindo “A Revolução em Paris”, de Pierre Schoeller; a animação “Astérix e o Segredo da Poção Mágica”, de Alexandre Astier e Louis Clichy; e Lafitte, e “Graças a Deus”, último filme de François Ozon, vencedor do Urso de Prata no Festival de Berlim.

Quando: até 19 de junho
Quanto: preços variados de acordo com a sala de exibição
Onde: Cine Belas Artes (rua Gonçalves Dias, 1.581); Cinemark Pátio Savassi (avenida. do Contorno, 6.061, São Pedro); Net Cineart Ponteio (Ponteio Lar Shopping – BR-356, 2.500, Santa Lúcia), sessões especiais no Cine Humberto Mauro (avenida Afonso Pena, 1.537 – Centro) e no MIS Cine – Santa Tereza (rua Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza).

ARTES PLÁSTICAS

Pintura – A obra “Sombreiros”, da artista plástica e desenhista Iara Abreu, faz parte da série “Cidade, geometria e cores”, do projeto “Aspectos Urbanos” e combina geometria, paisagem, o cotidiano, a efervescência das ruas e elementos arquitetônicos.

Quando: junho e julho
Quanto: gratuito
Onde: Templuz Iluminação (avenida Nossa Senhora do Carmo, 1.150, Sion)

Gravura – O universo místico e misterioso que reside na mente humana é o fio condutor da exposição “Devaneios: Imagens do Fantástico”, que reúne 32 gravuras de nomes importantes como Salvador Dalí, Marcelo Grassmann, Gilvan Samico, Octávio Araújo e Erik Desmazières. Com curadoria assinada por Lucia Palhano, Paulo Rocha e Thyer Machado, a mostra propõe um passeio entre realidade e invenção.

Quando: até 6 de julho (segunda a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados, das 10h às 14h.)
Quanto: entrada franca
Onde: cAsA – Obras Sobre Papel (avenida Brasil, 75 – Santa Efigênia)

Pintura – A exposição “Tudo é eco no universo”, do artista plástico Augusto Fonseca, reúne 11 obras, sendo 10 aquarelas e uma obra com técnica mista de desenho e aquarela, e um objeto. Os desenhos e pinturas que integram a exposição têm uma veia anatômica, dissecando o corpo físico humano para uma viagem posterior para o mundo mental do homem. Plantas, bulbos e flores também compõem esses corpos.

Quando: até 21 de julho
Quanto: entrada gratuita
Onde: Piccola Galleria da Casa Fiat de Cultura (Praça da Liberdade, 10, Funcionários)

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

NEWSLETTER

Fique por dentro de tudo que acontece no cenário economico do Estado

Ao comentar você concorda com os Termos de Uso. Os comentários não representam a opinião do portal Diário do Comércio. A responsabilidade sob qualquer informação divulgada é do autor da mensagem.

VEJA TAMBÉM

OUTROS CONTEÚDOS

PRODUZIDO EM

MINAS GERAIS

COMPARTILHE

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Comunicar erro

Identificou algo e gostaria de compartilhar com a nossa equipe?
Utilize o formulário abaixo!

FIQUE POR DENTRO DE TUDO !

Não saia antes de se cadastrar e receber nosso conteúdo por e-mail diariamente